locked
Por favor. alguém da Microsoft seja sério e acertivo conosco: o Silverlight vai continuar a EVOLUIR MESMO? RRS feed

  • Pergunta

  • O que quer dizer evoluir mesmo:

    • ter prazos curtos e programados para novas entradas de versões
    • ter versões novas significativas, junto com a evolução do .Net
    • ter um set de features sempre atualizadas para interface estilo WPF e o Metro do Win 8
    • ter evolução lado a lado com o Windows Phone

      e, finalmente, mas não menos importante ...
    • ter um plug-in para o iPhone e para o iPad

    Alguém discorda que estas coisas são fundamentais para os programadores ficarem em paz e adotarem em massa esta plataforma?

    Eu participei de projetos que produziram aplicativos excelentes rodando em Silverlight 4.
    Os clientes deram um sinal claro de que gostaram: compraram e estão usando.

    Porém, isto foi para aplicativos em linha de negócios para usuários 100% Windows "desktop" (winVista, win7, etc.).

    Como produzir pequenos aplicativos típicos para "consumo" se as paltaformas estão hoje tão restritas?

    E então?... Se queremos estar nos próximos celulares, pads e sistemas da nuvem o que devemos fazer: SEGUIR OU ABANDONAR ESTE BARCO?

    Agradecido e ansioso pela resposta (eu e alguns milhares de programadores).


    Bom dia, bom trabalho.

    quinta-feira, 17 de maio de 2012 15:23

Todas as Respostas

  • BASIC OU FORTRAN?

    CLIPPER OU VISUAL OBJECTS?

    VB OU DELPHI?

    WINDOWS MOBILE OU WINDOWS PHONE?

    CSHARP OU JAVA?

    WEBFORMS OU MVC?

    ORKUT OU FACEBOOK?

    SILVERLIGHT OU HTML5?

    Se vc notar dessa lista, um se sobressaiu ao outro, mas prever isso no momento certo... ah isso foi o que eu sempre quis saber em diversos momentos da minha vida de 20 anos de profissão...

    Eu não apostaria em Silverlight não, porque isso não roda, nem nunca (NUNCA!) vai rodar em outras plataformas móveis....

    Boa aposta!


    HJ

    • Sugerido como Resposta hamiltonj terça-feira, 5 de junho de 2012 16:01
    terça-feira, 22 de maio de 2012 19:24
  • Faltou NEYMAR OU MESSI?

    thiagokoelho

    terça-feira, 22 de maio de 2012 19:39
  • A Adobe, quando não insistiu no Flash para o iPhone ou iPad não queria brigar com uma enorme (talvez maior) fonte de rendas: a comunidade de artistas gráficos e designers que usam produtos Adobe para iMac.

    Ela não queria arriscar perder um faturamento bilionário em uma luta por um produto distribuído gratuitamente... Ali vi muita lógica.

    Mas, se a Microsft quer entrar no mundo mobile, ela tem que forçar um produto dela em todas as plataformas. Simplesmente para o pessoal ter em mãos e perceber o quanto é bom o produto e ir atrás de mais, incluindo aí os devices.

    Eu vi quase nada de HTML5, conheço ASP.Net e modelos MVVM, mas pelo que ouço de bons programadores sobre o HTML5 ele nunca (ele, a versão 5) chegaria ao nível de interatividade para o usuário e produtividade para o desenvolvedor tal como vemos no Silverlight. E o ruim é que estes destacados programadores em ASP MVC, Java e PHP não sabem realmente o poder que tem o produto completo e seguro Silverlight!

    O que tem irritado a mim e a outros poucos programadores já com produtos finais funcionando nesta plataforma é a falta de clareza da Microsoft. O que ela ganha ao não criar e publicar um road map, um time line, etc. para este produto tão bom. Mesmo que seja para predizer sobre seu sepultamento.

    Produto, aliás, tão bom para desenvolvimento que bastou alguns meses para que importantes produtoras como Telerik, Developer Express, ComponentOne colocassem no mercado suites de controles e componentes que até mesmo o velho e bom WinForms não teve por mais que se fizesse presente por décadas. Isto quer dizer alta, altíssima produtividade obtida através da concepção já na sua origem de duas camadas separadas: a visual, com o XAML e a lógica com, com, com ... Ops! É possível programar a lógica para um programa Silverlight com mais de uma dezena de linguagens... Isso tudo sem nunca se perder entre camadas artificiais que são adaptações sobre adaptações sobre um aperfeiçoamento pontual do XHTML (HTML, Java, Ajaz e Cia.)

    E então, profissionais da Microsoft... Por favor se manifestem.

    Desde já, agradeço.


    Bom dia, bom trabalho.

    • Sugerido como Resposta hamiltonj terça-feira, 5 de junho de 2012 16:01
    quarta-feira, 23 de maio de 2012 23:23
  • Olá pessoal. Sou desenvolvedor a 20 anos. Tenho aplicações grandes em FLEX da Adobe.

    Estou bem aflito com tudo isso, e não vejo respostas claras e assuntos verídicos.

    No Entanto estou ou estava desenvolvendo milhares de linhas de código em silverlight e BOOOOOMMMM. Explodiu isso.

    Estou insatisfeito com tudo que esta acontecendo.

    Por que Steve?! Por que...

     

    quinta-feira, 24 de maio de 2012 00:49
  • Mais uma coisa.

    Entre HTML5, Silverlight,NEYMAR OU MESSI?

    Prefiro o NEYMAR .

     

    quinta-feira, 24 de maio de 2012 00:53
  • Tb estou no mesmo barco, com uma aplicação em produção em SL, e estou aflito se o SL 6 vai demorar ou nem vai chegar.
    terça-feira, 29 de maio de 2012 15:30
  • Flex era(é) muito bom, viveu muito bem a era somente "web desktop". Já Silverlight chegou muito atrasado na parada. A Apple acabou com a força dos plugins, Adobe fez pouco caso, assim como própria MS com o IE10 Metro, mas ela "está certa" seguindo o mercado. Sabemos que Flex e Silverlight são tecnicamente anos luz melhores que o mundo HTML, mas quem manda é o mercado e eu não vou contra ele. Para web de verdade (global, vários tipos de dispositivos) Silverlight não rola e ponto final, para intranet pode até ser, mas mesmo assim eu não me arrisco, vai que depois no cliente um diretor importante quer que o sistema possa abrir no iPad dele...

    HTML + CSS + jquery é bem mais trabalhoso e sujeito a POG, mas atendem também à maioria das interações do Flex e Silverlight, ainda não vi algo que não poderia ser feito, só o trabalho que é bem mais mesmo, na unha. Mas sendo o que a maioria trabalha, o preço que se paga já é compreensível, apoio é maior, existindo também muitas coisas prontas como como jqueryui, ExtJS. Sobre quase não se ver nada em HTML5, é que a maioria procura algo que seja 100% novidades do HTML5 cheio de firulas usando canvas e WebGL, sendo que na maioria das vezes em sistemas de informação essa necessidade não existe ainda, mais pra frente sim, mas hoje mantem-se a maioria das tags HTML que já conhecemos e que atendem as necessidades atuais e se realmente precisar de algo que o 4 não suporte então usamos as tags novas do 5, como a tag canvas muito usada para gráficos estatísticos, além tags para áudio e vídeo, e outras. Então é incrementar conforme a necessidade.

    AlpheuCardoso, sobre suas aplicações Flex, não vai perder nada, vira legado, o que existe e funciona não mexe, só manutenções básicas e coisas novas partir pra HTML. A não ser que exista um investimento por necessidade de rodar em dispositivo que não suporte, ai você converte tudo pra HTML. Eu por exemplo vou pegar um projeto antigo em Flex + Java que vai ser convertido sem pressas pra poder rodar no tal do iPad, passando para HTML + .NET, bom que não é grande o projeto.
    sábado, 16 de junho de 2012 18:44