none
Consumo da MFD, Fiquem de olho!! RRS feed

  • Pergunta

  • Pessoal

    A Daruma hoje tem impressoras MFDs co 128 e 64 mega de MFD, e porque tão pouco? sera que vai durar 5 anos? tem fabricante que tem 1 Giga!

    Pergunta...vale apena pagar mais por 1 giga? Nao vale, se o ECF tem mais de 128 mega de MFD é porque nao compacta bem os dados e trará problemas pra voce (seu cleinte no futuro) assi que abram o olho.

    Abaixo um texto escrito pelo Fernandes, que achei show de bola a exlicacao.

    128MB é maior que 64MB?


    Este artigo dedico a todos aqueles que não se deixam levar pelas aparências ou pelo comodismo. Para aqueles que pesquisam por tecnologias melhores e não aceitam argumentações evasivas. Nesta edição abordo sobre um tema que tem causado dúvida nos clientes. Afinal, o negócio deles é administrar varejos, o nosso é ofertar-lhes o que há de melhor na automação.

    Como pode uma memória MFD de 64MB guardar mais informação do que outra de 128MB? A maneira de compactar os dados antes de armazená-los na MFD varia de fabricante para fabricante. Alguns utilizam alta taxa de compactação, outros ficam presos à limitação do hardware. Com isso uma memória de 128MB pode ser grande ou pequena dependendo da maneira com que os dados são guardados. O resultado é que a MFD de 128MB mal gerenciada pode encher mais rápido do que uma de 64MB melhor gerenciada.

    E por que todos os fabricantes não utilizam alta taxa de compactação para dar maior longevidade à MFD?

    Compactar dados é uma atividade que precisa de muito processamento. Se a impressora fiscal não tem no mínimo um bom processador, qualquer tentativa de compactação fará com que o funcionamento geral fique lento.

    Como saber qual é a taxa de compactação utilizada pelas diferentes marcas de ECF MFD?

    A melhor forma de avaliar qual MFD dura mais, independente de seu tamanho, é acompanhar o enchimento da memória em campo, na prática. As impressoras MFD fornecem via comando direto ou função da DLL o percentual livre na MFD. Outra forma é observar a redução Z.

    sexta-feira, 23 de março de 2007 11:47