locked
Armazem RRS feed

  • Pergunta

  • Boas
    Preciso de achar uma forma rápida de calcular quantas caixas o porta paletes consegue levar de uma só vez! Tendo em conta as medidas do porta paletes de x e y.

    Não posso levar caixas a mais no porta paletes porque senão elas não cabe na altura e na largura....

    Como algumas das caixas tem a medida de y pequena permitem fazer varias fileiras em altura....

    Tem como fazer isso?

    TE envio o ficheiro neste link

    http://www.4shared.com/file/QKMzSRe0/Patropi_.html
    quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 13:55

Todas as Respostas

  • Qual seria a solução para a linha 2 considerando uma caixa de 500x300? Seria 52? Se sim, faça as fórmulas:

    Em E2,

    =INT($L$1/B2)

     

    Em F2,

    =INT($L$2/C2)

     

    Em G2,

    =E2*F2

     

    Copie e cole essas fórmulas pelo intervalo E2:G486.

    (Poderia-se usar INT($L$1/B2)*INT($L$2/C2) em E2 de uma vez, mas preferi explicar assim para ver se eu compreendi mesmo o problema e você entender meu raciocínio)


    Felipe Costa Gualberto - http://www.ambienteoffice.com.br
    quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 23:51
  • Flashed,

    Primeiro, y é altura? Não é largura?

    Caixa X Y Z

    200 37 75 75 52 48
    200 42 77 77 33 42

    Benzadeus,

    Seguindo sua linha de raciocínio que, entendo, está correta, se x (COMPRIMENTO) e y (LARGURA) fossem (variáveis) permutáveis entre si* poderíamos apurar o suposto "ótimo" na alocação das caixas com a comparação das duas fórmulas.

    1a -  =INT($L$1/B2)*INT($L$2/C2) - Benzadeus

    2a - =INT($L$1/C2)*INT($L$2/B2)

     

    Veja que no primeiro caso, 52 caixas representam o melhor cenário (melhor que 48 ). Já no segundo, 42 seria maior que que 33 e teríamos um preenchimento melhor com a mudança da orientação x/y. Em suma, se as caixas não tiverem que seguir a orientação (x=x e y=y para pallet/caixa, ou seja, se elas puderem ser colocadas de lado), é possível comparar  os 2 cenários e selecionar o melhor.

    * este conceito é importante-> se na área 500X300 posso agrupar comprimento e largura como eu quiser, respeitando largura e comprimento da caixa. Exemplo fácil de visualizar é esse:

    Uma caixa de 300x130 -> O resultado pode ser 2 ou 3 caixas.


    sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 05:46
  • Boas


    Os vossos cálculos estão correctos mas não e bem isso que pretendo.


    O que pretendo é que o excel me calculo que pack é que posso fazer para por no carro.

    Tera que juntar os "grupos de peças" com o mesmo y, ou identico, e juntar as peças tendo em conta as medidas de x.

    Mas no fim so preciso que me dia os numero das embalagens...

    Por exemplo:

    1 Pack    X    Y
    200    37    75
    200    42    77
    200    37    75






    Ka vai o link do ficheiro actualizado:
    http://www.4shared.com/file/_OMfPRDZ/Embalagem.ht

     

    sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 16:00
  • Desculpe-me, mas não entendi o que pretende fazer e não entendi a Planilha.

    Não sei o que significa Número, NR, Número de Peças por Fase, Grupos de peças em x/y.

    Por que existe a dimensão Z? Deve ser para verificar se pode-se empilhar itens, mas qual é o limite de altura que um palete carrega?

    Acho que você deveria explicar esse problema com mais detalhes. Não parece ser simples, e não dá para nós ficarmos quebrando a cabeça.


    Felipe Costa Gualberto - http://www.ambienteoffice.com.br
    sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 19:54
  • bem vou tentar explicar...:)

     

    No ficheiro que mandei tenho uma lista de peças com o respectivo numero (Coluna A) + as respectivas medidas:

    X - Largura

    Y - Altura

    Z - Altura

     

    O NR é o numero de peças, e o  " Nº de peças por Fase" é o numero de peças que posso levar por fase de passagem... é assim que se chama.

    Agora se multiplicar-mos o numero de peças com o seu x (largura) vamos achar a medida dessas peças todas juntas.

    Que no caso da primeira é de 148 mm.

    Agora precisamos de achar a sua altura...como o y e z são iguais, a altura fica de 75 mm.

     

    Se fizermos isso por mais duas peças fica assim: como podem ver no ficheiro

     

    Grupo de peças em X Grupo de peças em Y
    148 75
    168 77
    148 75

     

    Então posso fazer um pack com a peças Nº

    200

    200

    200

    :) tem os numero iguais mas são diferentes xD

     Feitas as contas ficamos com o seguinte pack:

     

    Grupo de peças em X Grupo de peças em Y
    464 75

     

    Pronto resulta...pois o meu porta paletes tem 500 de x e 300 de alto...

     

    Mas ainda assim me falta encher o restante em altura:

     

    300 - 75 = 225mm

    Tenho que fazer outro pack ate chegar ao topo do porta paletes...

     

    Isto eu fazo a mão..mas gostava de ter uma macro que executa-se isto automaticamente.

     

    Fiz-me perceber?

     

    Caso tenham alguma duvia por favor digam.. e Obrigado

     

    Ca vai o Link do Ficheiro:

    http://www.4shared.com/file/_OMfPRDZ/Embalagem.ht

     

    sexta-feira, 7 de janeiro de 2011 21:03
  • Grupo de peças em X Grupo de peças em Y
    148 75
    168 77
    148 75

     

    Então posso fazer um pack com a peças Nº

    200

    200

    200

    :) tem os numero iguais mas são diferentes xD

     Feitas as contas ficamos com o seguinte pack:

     

    Grupo de peças em X Grupo de peças em Y
    464 75

     

    Pronto resulta...pois o meu porta paletes tem 500 de x e 300 de alto...

     

    Mas ainda assim me falta encher o restante em altura:

     

    300 - 75 = 225mm

    Tenho que fazer outro pack ate chegar ao topo do porta paletes...

     

    Isto eu fazo a mão..mas gostava de ter uma macro que executa-se isto automaticamente.

     

    Dúvidas importantes:

    1 - Porque 75 e não 77 de altura para (um pedaço) do 1o pack? Se vc tiver 77 de altura não cabem 4 fileiras, já com 75 cabem 4 fileiras certinho... Não entendi bem esse conceito.

    2 - Existe uma ordem (ou fila) para empacotamento, digo, primeiro os 200's, depois os 201's, depois os 203's, depois os 250's.....?

    3 - Demonstre que cálculo vc fazia "à mão" pra que possamos traduzir em fórmulas.

    Obs.: Vamos assumir a seguinte hipótese: que todas as alturas de todos os itens seja 75. Então bastaria calcular x e multiplicar por 4, certo?

    Quero entender a lógica espacial pois ainda não está claro.

    Montar as fórmulas vc já viu que é moleza. Só não conseguimos visualizar o que se pretende realmente.

    Tente melhorar o exemplo.

    Abs,

     

    sábado, 8 de janeiro de 2011 01:14
  • Boas

    Vou responder uma a uma as suas questões Mandrix.

    1 - Porque 75 e não 77 de altura para (um pedaço) do 1o pack? Se vc tiver 77 de altura não cabem 4 fileiras, já com 75 cabem 4 fileiras certinho... Não entendi bem esse conceito.

     

    R:. Não podemos somar nem multiplicar as medidas de y. No pack que falo teríamos as peças lado a lado e o y mais alto seria de 77 (me enganei).

         Refazendo o pack ficaria assim:

    Não haverá mais pack com estas peças.

    Grupo de peças em X Grupo de peças em Y
                 148               75
                 168               77
                 148               75
                 168               77

    Atenção que este ultimo grupo de peças de y 77 podia ser um de y 75..mais é que não. Senão o pack fica com diferenças muito grandes.

       No total:

       Grupo de peças em X = 632 e em Y = 77.

     

       Para ajudar nos cálculos decide definir tolerâncias.

       Tolerância em X:

       + 150 mm

       Tolerância em Y: (Quando se puser os pack todos em cima dos outros)

       + 5 mm

     

    2 - Existe uma ordem (ou fila) para empacotamento, digo, primeiro os 200's, depois os 201's, depois os 203's, depois os 250's.....?

    R:. Não existem ordem. O objectivo é encaixar as peças umas com as outras a tentar encher o mais possivel o porta paletes.

     

    Nota : Mas o total de peças do mesmo numero devem ficar juntas.

     

    3 - Demonstre que cálculo vc fazia "à mão" pra que possamos traduzir em fórmulas.

    R:. Como ja fiz na resposta da 1º pergunta vou fazer de novo pra voce...


    Numero X Y Z
     NR    Nº Fase  Grupo em X Grupo em Y             1 Pack
    200 37 75 75  12 
         4     148      75           X
            Y
    200 42 77 77  12      4
        168      77

    200 37 75 75  12      4     148      75 Mais 132 mm
    200 42 77 77  12      4     168      77       632        77

    Estes são os cálculos que fazo na mão.

    Para o segundo pack teria que escolher da lista de numeros (peças) e conjugar o melhor para fazer um pack de maneira a aproveitar ao máximo o porta paletes.

    Por exemplo:

    No segundo pack o x não podia ser maior que 500 nem passar a tolerância de + 150 mm. E na medida y teriam que ser o mais possivel idênticos.

    Quando fosse por o segundo pack em cima do primeiro os dois não podiam ultrapassar a medida de y de 300 mm nem passar a tolerância de + 5 mm.

    Expliquei bem Mandrix?

     

    De retorno.Obrigado

     

                           
                             
                             
                             
                             

    sábado, 8 de janeiro de 2011 20:00
  • Boas para melhor exemplo fiz 4 pack no ficheiro excel.

     

    Por isso este é que vale agora:

     

    http://www.4shared.com/file/AxfMCPeq/Embalagem_4_Pack.html

    sábado, 8 de janeiro de 2011 20:57
  • http://rapidshare.com/files/441567349/RASCUNHOMSDNALOCA____OPALLETS.zip

    Prezado,

    O seu problema é interessantíssimo . Tomei a liberdade de dar um pontapé inicial (não se iluda esse post vai render um bocado ainda...) pra enfrentá-lo.

    Primeiro vamos ao principal. Nós temos que dizer ao excel o seguinte : a partir de que parâmetros eu seleciono as caixas (critério para n=1, n=2... até n=i onde i é a última ocorrência possível para SOMA(n1:ni<=650), ou seja, a ordem de entrada nos pallets .

    Sem isso não temos nada. Como o aplicativo não toma decisões sozinho e temos que informar que critérios seriam esses, pensei numa possibilidade de visualizar dinamicamente diferentes cenários para alocação presente (e futura) das caixas.

    Funciona da seguinte forma: Nós colocamos as caixas na ordem que quisermos (ÁREA AMARELA em FOLHA2) e 2 gráficos em Plan1 (além dos dados, logicamente) monitoram a efetividade (relação x/650) por pallet e acumulada no tempo. Para isso, basta ordenar os registros da maneira que vc quiser (importante: somente os registros na área amarela, mais adiante explico...) e acompanhar as projeções.

    Como o modelo faz a alocação dos x<=650 (a propósito esses 650 podem ser modificados no modelo), deixei os registros de x>650 no final da base de dados e eles devem permanecer aí (não deletei, mas, supostamente não cabem no pallet e estão destacados em vermelho). Com relação à variável Y (altura) me limitei a listar. Mas como o assunto vai demandar mais posts, optei por olhar isso depois.

    Resumindo, o primeiro passo tentei dar e gostaria que vc olhasse e me dissesse se alguma coisa pode ser aproveitada.

    Legenda :

    ABA Form2 -> Sempre mantenha os dados em vermelho imediatamente abaixo dos dados em amarelo. Vc vai entender porque. Na área amarela é possível mover, inserir e colar porque trabalhei com referências relativas. Sugiro testar bastante mas não esqueça, neste momento, somente na área amarela.

    ABA Plan1 -> SÓ CÁLCULO. As únicas células editáveis são os limites em amarelo. Os gráficos são atualizados automaticamente. As caixas são apresentadas em ordem, com o total de x, a altura máxima (y) e número máximo de andares (o número inteiro de 650/soma x) por caixa. Os dados que alimentam os gráficos estão ao lado.

    Importante: Testei somente os principais cenários e eliminei possíveis erros. Mas como tem zilhões de fórmulas (trata-se de simulação de cenários com dados não ordenados ) vai que alguma coisa escapou...


    Me diga se vale a pena avançar pois ainda faltam algumas coisas importantes (lembre que não tratei a questão da altura). Cuidado para não editar nenhuma fómula sem querer. Tudo é interligado.

    Aguardo notícias. Me interesso muito por modelos. Esse particularmente demanda muitas referências relativas, do jeito que eu gosto. Foi um prazer ajudar.

    Abs, (o link tá lá em cima)

    domingo, 9 de janeiro de 2011 05:45
  • Boas

     

    Antes de mais obrigado pela dedicação :)

     

    Ainda estou a estudar o seu excel...

     

    A sequência de calculo é a seguinte:

    Ordenar as peças pelo tamanho de X (isso faz-se através do excel);

    Multiplicar o numero de peças por "fase" pelo seu x; Vai dar o valor do conjunto;

    E por fim Juntar todos os conjuntos tendo em conta o X max de 650 e Y max de 315 fazendo assim os pack!

     

    percebeu a sequencia?

     

    Estava a pensar criar uma planilha onde fossem ordenados e juntos  os números das peças bem como a sua informação!

    Assim tínhamos uma folha onde ponhamos os dados, corria-mos uma macro e na segunda folha aparecia os dados dos pack, separados por uma linha, para diferenciar...

     

    nº de peças = um conjunto

    Vários conjuntos = um pack

     

    de retorno

     

    Abrcs

     

     

     

     

     

    terça-feira, 11 de janeiro de 2011 12:44