none
Gestão de Defeitos no VSTS RRS feed

  • Pergunta

  •  

    Olá Srs !

     

    Gostaria de saber, por favor, como é realizada a gestão de defeitos no Visual Studio Team Sytem (Team Editiom for Software Testers). É possível logar um defeito e fazer a rastreabilidade do mesmo ? Esta gestão ocorre no Team Foundation Server ?

     

    Exemplo: Criei um WebTest e verifiquei após a execução que ocorreu uma falha numa regra de validação. Onde eu logo este defeito ?

     

    Grato,

     

    Joilson Sampaio

    segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 21:14

Respostas

  • Joilson,

     

    O test case é um documento word gerado apenas para os testes manuais. Para web test não temos esse documento, ao invés desse, temos uma lista de requisições http que foram gravadas durante a execução do teste, que podem ser convertidas em código para uma futura customização.

     

    De qualquer maneira, se você olhar no bug aberto a partir do web test, a tab details e depois o campo path. Verá que ele contém o caminho para esse "script".

     

    O desenvolvedor que for corrigir o bug, não encontrará um test case, mas verá todo o script que foi executado para rodar aquele web test.

     

    Deu uma clareada agora?

     

    []s

    André Dias

    http://andrediasbr.blogspot.com

    quinta-feira, 24 de janeiro de 2008 12:23
    Moderador

Todas as Respostas

  • Joilson,

     

    Você consegue ter vários níveis de rastreabilidade de work items, inclusive bugs. Depende da quantidade de informações que você inclui nos work items.

     

    - Se você cadastrar um bug e inserir apenas o título e o responsável. O máximo que você vai conseguir saber é quais arquivos o programador alterou / incluiu para resolver aquele bug.

     

    - Você pode ainda classificar o bug definindo Areas e Iterations e com isso obter informações como por exemplo de quantos bugs foram abertos para a fase 2 (iteration) no módulo de cadastro de fornecedores (area).

     

    Mas esses dois exemplos citados acima, são para bugs abertos sem a execução de testes. Quando você executa um web test por exemplo e ocorre uma falha. Essa falha fica "logada" na janela de test results. Se você clicar com o botão direito no item que falhou, ir em Create Work Item/Bug ... Você abrirá um bug que conterá todas as informações sobre como ocorreu aquele bug, inclusive o test case que o originou.

     

    Quando o bug for associado para o Dev, ele de cara consegue ver o resultado do test, comentários, test case, anexos de telas (caso você tenha inserido) e muito mais.

     

    Resumindo, você consegue saber em que fase / módulo do sistema o bug foi originado. Consegue saber todas as alterações que um desenvolvedor fez para corrígí-lo. Consegue saber qual o test case foi executado para originar aquele bug. Isso sem contar os outros campos como prioridades, severidade, estado, triagem, em qual ambiente ele foi encontrado e por aí vai.

     

    É mais ou menos isso que você precisa?

     

    Abraços

    André Dias

    http://andrediasbr.blogspot.com

    terça-feira, 22 de janeiro de 2008 16:20
    Moderador
  • Olá André !

     

    Muito Obrigado pela resposta, foi esclarecedora, apenas tenho a seguinte dúvida:

     

    Onde no Web Test fica armazenado o Test Case ? Onde eu registro esta informação no Web Test ?

     

    Ou ela é informada quando eu crio o work item type Bug ?

     

    Agradeço desde já a sua atenção,

     

    Joilson Sampaio

    quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 20:05
  • Joilson,

     

    O test case é um documento word gerado apenas para os testes manuais. Para web test não temos esse documento, ao invés desse, temos uma lista de requisições http que foram gravadas durante a execução do teste, que podem ser convertidas em código para uma futura customização.

     

    De qualquer maneira, se você olhar no bug aberto a partir do web test, a tab details e depois o campo path. Verá que ele contém o caminho para esse "script".

     

    O desenvolvedor que for corrigir o bug, não encontrará um test case, mas verá todo o script que foi executado para rodar aquele web test.

     

    Deu uma clareada agora?

     

    []s

    André Dias

    http://andrediasbr.blogspot.com

    quinta-feira, 24 de janeiro de 2008 12:23
    Moderador
  • Olá André !

     

    A complementação da sua resposta clareou mais e sanou minhas dúvidas.

     

    Muito Obrigado !!!

     

    Joilson Sampaio

    sexta-feira, 25 de janeiro de 2008 14:10