none
Prestação de Serviço no MS SQL Server RRS feed

  • Pergunta

  • Olá pessoal,

    Estou num dilema: Surgiu uma oportunidade de prestar suporte a um Hospital da região. Fui requisitado pra fazer um papel de DBA, no modelo Home Officer, dando uma assistência remota quando necessário na base de dados. A empresa tem uma base de 29 gigas e está SGBD MS SQL Server 2000.

    Em primeiro momento vir a necessidade da migração pra versão MS SQL Server 2008 Enterpriser, de criar um plano de manutenção e de um acompanhamento da base para avaliar a performace em decorrência ao seu uso.

    Minha dúvida é: qual o valor cobrar, quanto tempo seria necessário por mês, como cobrar, etcs.

    Gostaria de contar com sua experiência vocês.

    Agradeço desde já. Abraços!
    sexta-feira, 1 de junho de 2012 18:07

Respostas

  • Jerfeson,

    Cara eu costumo cobrar inicialmente por hora, e depois faço um contrato de prestação de serviços com base nas necessidades do cliente, levando em consideração a quantidade de horas contratadas faço uma tabela de preços e definimos um valor mínimo e máximo.


    Pedro Antonio Galvão Junior [MVP | Microsoft Evangelist | Microsoft Partner | Engenheiro de Softwares | Especialista em Banco de Dados | SorBR.Net | Professor Universitário | MSIT.com]

    quarta-feira, 6 de junho de 2012 13:15
    Moderador
  • Olá pessoal,

    Estou num dilema: Surgiu uma oportunidade de prestar suporte a um Hospital da região. Fui requisitado pra fazer um papel de DBA, no modelo Home Officer, dando uma assistência remota quando necessário na base de dados. A empresa tem uma base de 29 gigas e está SGBD MS SQL Server 2000.

    Em primeiro momento vir a necessidade da migração pra versão MS SQL Server 2008 Enterpriser, de criar um plano de manutenção e de um acompanhamento da base para avaliar a performace em decorrência ao seu uso.

    Minha dúvida é: qual o valor cobrar, quanto tempo seria necessário por mês, como cobrar, etcs.

    Gostaria de contar com sua experiência vocês.

    Agradeço desde já. Abraços!

    Jeferson,

    Primeiro você tem que organizar as idéias e montar um plano de ação. Pegue uma planilha do Excel e em uma coluna coloque tudo o que você precisa fazer. Depois ajuste as tarefas para que fiquem na sequência correta, já que algumas dependem de outras concluídas para iniciar. Crie uma segunda coluna e coloque quantas horas você acredita que dá pra executar + 25% de gordura pois você pode se equivocar. Em uma terceira coluna você coloca quanto tempo terá de indisponibilidade na atividade, se houver. Na última coluna coloque uma sugestão de janela para o cliente verificar se aprova ficar aquela quantidade de horas indisponível naquela data. Por último, coloque uma outra coluna com o responsável, já que a validação da aplicação por exemplo deverá ser feita por outras pessoas.

    Assim você terá todas as informações necessárias para formar um valor. Por favor, colabore com o fórum e dê um retorno para fecharmos a thread.

    Abs,


    Luiz Mercante
    MCITP SQL 2008 | MCTS SQL 2008 | MCTS Windows Apps | MCTS Windows Network | MCP 2003
    sqldicas@outlook.com
    http://sqldicas.com.br


    Se a resposta foi útil de alguma forma, classifique.

    segunda-feira, 13 de maio de 2013 19:42
    Moderador

Todas as Respostas

  • Jerfeson,

    Cara eu costumo cobrar inicialmente por hora, e depois faço um contrato de prestação de serviços com base nas necessidades do cliente, levando em consideração a quantidade de horas contratadas faço uma tabela de preços e definimos um valor mínimo e máximo.


    Pedro Antonio Galvão Junior [MVP | Microsoft Evangelist | Microsoft Partner | Engenheiro de Softwares | Especialista em Banco de Dados | SorBR.Net | Professor Universitário | MSIT.com]

    quarta-feira, 6 de junho de 2012 13:15
    Moderador
  • Olá pessoal,

    Estou num dilema: Surgiu uma oportunidade de prestar suporte a um Hospital da região. Fui requisitado pra fazer um papel de DBA, no modelo Home Officer, dando uma assistência remota quando necessário na base de dados. A empresa tem uma base de 29 gigas e está SGBD MS SQL Server 2000.

    Em primeiro momento vir a necessidade da migração pra versão MS SQL Server 2008 Enterpriser, de criar um plano de manutenção e de um acompanhamento da base para avaliar a performace em decorrência ao seu uso.

    Minha dúvida é: qual o valor cobrar, quanto tempo seria necessário por mês, como cobrar, etcs.

    Gostaria de contar com sua experiência vocês.

    Agradeço desde já. Abraços!

    Jeferson,

    Primeiro você tem que organizar as idéias e montar um plano de ação. Pegue uma planilha do Excel e em uma coluna coloque tudo o que você precisa fazer. Depois ajuste as tarefas para que fiquem na sequência correta, já que algumas dependem de outras concluídas para iniciar. Crie uma segunda coluna e coloque quantas horas você acredita que dá pra executar + 25% de gordura pois você pode se equivocar. Em uma terceira coluna você coloca quanto tempo terá de indisponibilidade na atividade, se houver. Na última coluna coloque uma sugestão de janela para o cliente verificar se aprova ficar aquela quantidade de horas indisponível naquela data. Por último, coloque uma outra coluna com o responsável, já que a validação da aplicação por exemplo deverá ser feita por outras pessoas.

    Assim você terá todas as informações necessárias para formar um valor. Por favor, colabore com o fórum e dê um retorno para fecharmos a thread.

    Abs,


    Luiz Mercante
    MCITP SQL 2008 | MCTS SQL 2008 | MCTS Windows Apps | MCTS Windows Network | MCP 2003
    sqldicas@outlook.com
    http://sqldicas.com.br


    Se a resposta foi útil de alguma forma, classifique.

    segunda-feira, 13 de maio de 2013 19:42
    Moderador