none
Mapear na mão ou EF RRS feed

  • Pergunta

  • Pessoal,

    Gostaria de saber quais são os pros e os contras entre Mapear um entity framework na mão(com DataAnnotations) e de gerar o model apenas conectando com o banco.

    OBS: Eu fiz alguns testes com o EF6 mandando ele gerar as classes e gostei bastante porém, as classes ficam com nome estranho e algumas delas não foram geradas. Renomeei alguns nomes de classes mas aí quando eu atualizo o modelo via banco ele altera os nomes novamente. Além disso, alguém saberia me dizer se tabelas que não possuem chave primária(Sim, qm fez o banco de dados da onde estou trabalhando não colocou chave primária em vários casos) podem ser utilizadas com EF tranquilamente.

    Muito obrigado

    quarta-feira, 6 de agosto de 2014 18:20

Respostas

  • Quando você mapeia na mão você terá mais autonomia do código e iram descrever as classes do jeito que você preferir, porém você gasta muito mais tempo desenvolvendo quando faz tudo isso na mão.
    Referente aos nomes estranhos é sobre a PLURALIZAÇÃO das suas classes, mas você consegue tirar essa opção.

    Por favor, lembre-se de “Marcar como Resposta” as respostas que resolveram o seu problema. Essa é uma maneira comum de reconhecer aqueles que o ajudaram e fazer com que seja mais fácil para os outros visitantes encontrarem a resolução mais tarde.

    quarta-feira, 6 de agosto de 2014 18:35

Todas as Respostas

  • Quando você mapeia na mão você terá mais autonomia do código e iram descrever as classes do jeito que você preferir, porém você gasta muito mais tempo desenvolvendo quando faz tudo isso na mão.
    Referente aos nomes estranhos é sobre a PLURALIZAÇÃO das suas classes, mas você consegue tirar essa opção.

    Por favor, lembre-se de “Marcar como Resposta” as respostas que resolveram o seu problema. Essa é uma maneira comum de reconhecer aqueles que o ajudaram e fazer com que seja mais fácil para os outros visitantes encontrarem a resolução mais tarde.

    quarta-feira, 6 de agosto de 2014 18:35
  • Boa tarde, concordo com o resumo do Jean, se você optar pelo Database First há uma forma de você eliminar os arquivos desnecessário e ficar somente com a classe context e com suas classes de transporte.

    Para remover a pluralização, veja esse site:

    http://edspencer.me.uk/2012/03/13/entity-framework-plural-and-singular-table-names/

    Diego de O. Neves |Analista Desenvolvedor .NET
    Microsoft MCP | ITIL® V3 Foundation 

    quarta-feira, 6 de agosto de 2014 19:02
  • Tenho dúvidas em algumas coisas tipo assim...

    mapeando na mão, eu posso criar propriedades que não necessariamente são propriedades vindas da tabela. Exemplo:

    tenho uma tabela de pessoa que na tabela tem: ID,NOME

    e quero criar uma classe que tem ID,NOME,DESCRICAO...

    Além disso, já adicionei chave estrangeira, que não necessariamente é uma chave estrangeira no banco de dados.

    Isso é possível fazendo utilizando o modo database first(Ou seja, criando o modelo automaticamente)?

    Obrigado.

    segunda-feira, 11 de agosto de 2014 23:41