none
Com o boooom do .net e C# onde o Visual C++ é usando hoje em dia RRS feed

  • Pergunta

  • Com o boooom do .net e C# onde o Visual C++ é usando hoje em dia? Sei que alguém vai pensar em responder "em Interoperabilidade etc.." Porém gostaria do exemplo de um caso real de uso.
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 23:12

Respostas

  • Matheus,

    Aqui existe uma discussão sobre esse assunto :

    https://groups.google.com/forum/#!topic/ccppbrasil/0kd8-spj-jY

    Se ajudou marque como resposta vlww


    Diego Almeida Barreto System Analyst / Software Developer

    • Marcado como Resposta Matheus Saraiva quarta-feira, 5 de junho de 2013 22:41
    quarta-feira, 5 de junho de 2013 14:46
  • C# é uma linguagem interpretada de plataforma .net, aplicações comerciais em quesito de segurança não são recomendadas, pois a obtenção de todo seu código fonte é fácil, já C++ por ser uma linguagem compilada, o uso da engenharia reversa é voltado ao Assembly, o que torna todo o trabalho reverso mais difícil do que copiar e colaro código fonte como no C#.

    Aplicações bancárias, controles de usinas, teste de lançamento de foguetes e afins são criados em C/C++ em Console para uma performance bem enxuta.

    E como pode ver na http://www.tiobe.com/index.php/content/paperinfo/tpci/index.html a usabilidade de C/C++ e Objective-C superam 3x o C#, o que comprova que C# está em uma escala inferior.


    Assembly, Delphi and C.

    • Sugerido como Resposta _Omnislash_ quarta-feira, 5 de junho de 2013 19:45
    • Marcado como Resposta Matheus Saraiva quarta-feira, 5 de junho de 2013 22:41
    quarta-feira, 5 de junho de 2013 17:03

Todas as Respostas

  • Não consigo pensar em nenhuma situação onde não se possa usar C#

    terça-feira, 4 de junho de 2013 21:09
  • Matheus blzz,

    "Vai depender do que necessita sua aplicação, C# é mais fácil que C++, mas precisa do .NET Framework. Já C++ pode gerar código não gerenciado (que não precisa do .NET Framework instalado) e é indicado para situações onde altíssima performance é necessária (já que gera código nativo)" 

    Vlwwww


    Diego Almeida Barreto System Analyst / Software Developer

    terça-feira, 4 de junho de 2013 21:18
  • Matheus blzz,

    "Vai depender do que necessita sua aplicação, C# é mais fácil que C++, mas precisa do .NET Framework. Já C++ pode gerar código não gerenciado (que não precisa do .NET Framework instalado) e é indicado para situações onde altíssima performance é necessária (já que gera código nativo)" 

    Vlwwww


    Diego Almeida Barreto System Analyst / Software Developer


    Você poderia dar um exemplo de aplicações de altíssima performance ? Não vale Jogos nem baixo nível como drivers, SOs, e etc.
    quarta-feira, 5 de junho de 2013 11:39
  • Matheus,

    Aqui existe uma discussão sobre esse assunto :

    https://groups.google.com/forum/#!topic/ccppbrasil/0kd8-spj-jY

    Se ajudou marque como resposta vlww


    Diego Almeida Barreto System Analyst / Software Developer

    • Marcado como Resposta Matheus Saraiva quarta-feira, 5 de junho de 2013 22:41
    quarta-feira, 5 de junho de 2013 14:46
  • C# é uma linguagem interpretada de plataforma .net, aplicações comerciais em quesito de segurança não são recomendadas, pois a obtenção de todo seu código fonte é fácil, já C++ por ser uma linguagem compilada, o uso da engenharia reversa é voltado ao Assembly, o que torna todo o trabalho reverso mais difícil do que copiar e colaro código fonte como no C#.

    Aplicações bancárias, controles de usinas, teste de lançamento de foguetes e afins são criados em C/C++ em Console para uma performance bem enxuta.

    E como pode ver na http://www.tiobe.com/index.php/content/paperinfo/tpci/index.html a usabilidade de C/C++ e Objective-C superam 3x o C#, o que comprova que C# está em uma escala inferior.


    Assembly, Delphi and C.

    • Sugerido como Resposta _Omnislash_ quarta-feira, 5 de junho de 2013 19:45
    • Marcado como Resposta Matheus Saraiva quarta-feira, 5 de junho de 2013 22:41
    quarta-feira, 5 de junho de 2013 17:03
  • Entendido.

    Eu realmente não conseguia pensar em algum mercado para C++, na área de sistemas. Não atentei para os sistemas bancários que requerem segurança e performance. Mercado financeiro também e sistemas para telecom.

    Com relação a performance é mesmo necessário desenvolver em modo texto, acho que MFC ou Win32 são muito leves não?

    quarta-feira, 5 de junho de 2013 23:04
  • Para nós aparentemente é leve, porém a mesma faz diversas chamadas à kernel por causa de seu gráfico e notificações de mensagens da janela, o que caso de por exemplo, controle de uma usina nuclear, cada segundo de performance é indispensável.

    Assembly, Delphi and C.

    quinta-feira, 6 de junho de 2013 12:40
  • E o que mais me intriga é o fato de quase todos até mesmo alguns que já trabalham com esse tipo de sistema dizem que não vale apena dedicar estudo a C++, Visual C++, APIs MS como MFC e ATL.

    Já vi muito novato chegar aqui e alguém (alguns até que estão lá no grupo google que oDiego de Almeida passou e que trabalham na área) falar para o novato não perder tempo com Visual C++, MFC, Win32, etc... e ir pro C#.

    Porque será? Eliminação de concorrência? Reserva de mercado?

    Se não vale apena porque estão no mercado?

    No mínimo curioso.


    quinta-feira, 6 de junho de 2013 20:51
  • Isso é algo genérico que parte da usabilidade e local onde o software está destinado, digo para você que dos meus 3 anos mexendo com programação, minha sequência de linguagens foi a abaixo:
    Pascal (Console)
    Delphi (Console e GUI)
    Assembly (Console e GUI [Dialogs])
       '-->  Crack, Keygen e Engenharia Reversa de Softwares (Ambos em aplicações não comercias e apenas para estudos).
    • C - Win32App (Console, GUI e Kernel Device Driver)
    Delphi - Win32App (Programação com APIs como o C e Kernel Device Driver)
    Assembly - Win32App (Programação com APIs como o C)
    C# e Java (Breve estudo)
    C++ (Console e GUI - Atualmente em estudos)

    E posso dizer que a linguagem que eu mais obtive lógica e conhecimento foi Assembly, pois nela eu entendi o funcionamento de tudo, o que me deixou muito mais experiente para voltar ao C e C++ com força total, não possuo mais dificuldades em programação e tenho conhecimento variado entre as usabilidades entre outros sobre as linguagens.

    _____________
    Um fato interessante, uma pessoa que programa em API e em baixo nível, consegue facilmente programar em linguagens de mais alto nível, já o contrário não. :)


    Assembly, Delphi and C.


    • Editado Matgasp segunda-feira, 10 de junho de 2013 14:03
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 14:02