none
Como eu descubro se o Site tem webservice? RRS feed

  • Pergunta

  • Olá
    eu estou desenvolvendo um site de futebol para torcedor e gostaria de coletar as informações divulgadas na web sobre os jogadores cadastrados no meu BD. E também de está passando para p usuario do site que o jogador que esta em nossa base de dados é cadastrado na CBF também.

    Seria usando os webservice que eu conseguiria essas informações?.

    Sabem dizzer se tem algum webcast esplicando sobre webservice?


    Sou novato OK...
    segunda-feira, 31 de março de 2008 18:36

Todas as Respostas

  • existem listas públicas, mas não há como descobrir se um site tem um webservice sem que ele tem divulgado nessas listas.

     

    http://pet.inf.ufsc.br/abstracao/revistas/4/2/revista_abstracao_ano_4_edicao_2_s_mula_virtual_moderniza_o_da_s_mula_de_futebol_utilizando_pdas_interligados_com_um_web_service.pdf

     

    esse não é um webcast, faz parte do treinamento 5 estrelas um tutorial sobre webservice

    http://download.microsoft.com/download/5/b/e/5be53304-32d3-4695-a522-2724a0fe2dc5/OUTROS/WebServices%20Final.zip

     

     

    http://forum.wmonline.com.br/index.php?showtopic=160558

     

    http://forum.wmonline.com.br/index.php?showtopic=162795

    WebServices é um componente aplicacional programável acessível via protocolos utilizados na Internet. Webservices tem como características principais:

    ser identificado por uma URI.
    ser definido e descrito usando XML.
    utilizar protocolos baseados em XML para troca de mensagens.
    pode ser utilizado por qualquer tipo de cliente.
    é independente de plataforma e/ou linguagem.
    A ideia mais genérica de um WebService é a de um conjunto de operações/métodos que podem ser acessados remotamente (vulgo RPC (Remote Procedure Calls)).

    Em geral, Webservices são disponibilizados utilizando APIs específicas para os protocolos utilizados, normalmente através de frameworks/Servidores de aplicações (.NET, J2EE, Tomcat, CGI, etc...).

    Quando disponibilizados via Web, o protocolo mais utilizado para desenvolvimento de Webservices é sem dúvida o HTTP, mas o acesso a WebServices também pode ser feito, por exemplo, por SMTP (E-Mail) ou FTP. Normalmente funciona como interface para um sistema de middleware ou backend (lógica, bases de dados, etc).

    Para que servem os WebServices?
    Praticamente para quase tudo no que você possa pensar em troca de dados e informações. Como ele é baseado no protocolo SOAP (Simple Object Access Protocol), qualquer plataforma que interprete rotinas HTTP e manipule XML pode utilizar os dados dos webservices sem qualquer problema. Como quase sempre os webservices utilizam o protocolo HTTP, não haverá surpresas com Firewall quando sua aplicação sair do servidor de aplicação para a versão final do cliente.


    Vantagens
    Os dados são trafegados em formato XML. Assim, todos os dados possuem <tags> e isso faz com que estes dados tenham consistência, sem falhas, permitindo a troca de dados mais robustos como “Arrays”, e por trafegar em XML, ele é multi-plataforma. Existem muitas outras, mas estas são as principais.


    Tecnologias Utilizadas
    Para a representação e estruturação dos dados nas mensagens recebidas/enviadas é utilizado o XML (eXtensible Markup Language). As chamadas às operações, incluindo os parâmetros de entrada/saída, são codificadas no protocolo SOAP (Simple Object Access Protocol)(baseado em XML). Os serviços (operações, mensagens, parâmetros, etc.) são descritos usando a linguagem WSDL (WebServices Definition Language). O processo de publicação/pesquisa/descoberta de WebServices utiliza o protocolo UDDI (Universal Description, Discovery and Integration).


    WSDL
    É a sigla de (Webservice Description Language), padrão baseado em XML para descrever o serviço como no (COM) onde ele traz os métodos do webservice. Funciona como uma espécie de “TypeLibrary” do Webservice alem de ser usado para a validação das chamadas dos métodos.


    UDDI
    É o protocolo desenvolvido para a organização e registro de webservices. Visite os sites http://www.uddi.org/ e http://uddi.microsoft.com/.

    WS-I
    É o consórcio (teste) que garante a interoperabilidade entre os Webservices ( http://www.ws-i.org/ ) para garantir sempre que os webservices possam “conversar entre-si”.

    O que é SOA
    SOA é uma arquitetura de software que está baseada nos elementos de repositório de serviços, BUS de serviços e aplicação frontend.

    Serviços Web podem ser conceituados em um modelo simples operacional que tem um pouco em comum com o modelo padrão de comunicação
    As operações são concebidas em 3 distintas regras e relacionamentos que definem os usuários e fornecedores dos serviços:

    Service provider: Desenvolvedor e publicador dos serviços (interage com o service broker);
    Service broker: Responsável por registrar e descobrir os serviços na Web. Ele lista os vários tipos de serviços, descrições e locais do serviços que auxiliam o solicitante dos serviços (service requestor) a encontrar e acessar os serviços requiridos;
    Service requestor: Usuário dos serviços. Ele localiza o serviço usando o service broker, invoca o serviço requerido e executa ele do service provider



    http://pt.wikipedia.org/wiki/WebServices
    http://www.linhadecodigo.com.br/artigos.asp?id_ac=686

    terça-feira, 1 de abril de 2008 13:38