none
Geração de script da base de dados RRS feed

  • Pergunta

  • Boa tarde, pessoal.

     

    Qual seria a melhor forma de gerar o script completo da minha base de dados para que eu possa distribuir junto com minha aplicação?

    Eu sei que tenho que gerar pelo "Generate Script", mas devo gerar com todos os objetos ou não? Eu até li um artigo do Gustavo Aguiar, mas fiquei na dúvida agora, pois em alguns clientes, terão o sql server já instalado e em outros não.

     

    Uma outra dúvida que tenho nessa geração de script é que se tiver o sql server instalado na máquina do cliente como conseguirei executar o script, sendo que eu não saberei a senha do sa, por exemplo.

    sexta-feira, 19 de dezembro de 2008 19:39

Respostas

  • Marcelo,

     

    Basicamente o Database Publishing Wizard, é uma assistente utilizada para Publicar Bancos de Dados, criando
    o Assistente de Publicação de Banco de Dados para transferir um banco de dados de um computador local para um provedor Web-hosting. Esse assistente publica um esquema de banco de dados local, com ou sem dados.

     

    O banco de dados de origem deve estar em uma instância do SQL Server 2005, SQL Server 2005 Express Edition ou SQL Server 2008. O banco de dados de destino deve estar em uma instância do SQL Server 2000, SQL Server 2005, SQL Server 2005 Express Edition ou SQL Server 2008.

     

    O Generate Script é um recurso existente no SQL Server, que permite gerar scritps de banco de dados, tables, stored procedures, etc...
    Através da geração destes scritps, é possível que você utilize os mesmos em outras ferramentas ou aplicativos, inclusive em suas aplicações.

     

    Para permitir o acesso a sua instância SQL Server, é necessário habilitar o protocolo TCP/IP para conexão local e remota, recomendo também criar um alias para acelerar a conexão.

    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 11:55

Todas as Respostas

  • Olá Marcelo,

     

    Acredito que uma forma mais simples é colocar o MDF e o LDF junto com sua aplicação e atachá-los no momento do setup. Você pode produzir um arquivo de script também. No artigo mostrei como gerar o script da estrutura, mas você pode gerar um script com os dados a partir da ferramenta Database Publishing Wizard disponível no site da Microsoft.

     

    [ ]s,

     

    Gustavo

    sexta-feira, 19 de dezembro de 2008 19:53
  • Bom dia,

    Gustavo.

    Feliz Ano Novo.

     

    Qual seria a diferença do Database Publishing Wizard para o Generate Script do MSSQL? Eles fazem a mesma coisa? Geram a estrutura do BD, mas o 1º tb gera o script para inserir os dados existentes, é isso?

     

    Bem, eu fiz aqui o script para gerar a estrutura com o Generate Script.

    Agora, como devo deixar o MSSQL configurado para que aplicativos clientes consigam acessar a base de dados pela rede interna?

    Eu habilitei o protocolo TCP/IP no SQL SERVER Configuration Manager, já que estava apenas habilitado o Shared Memory. Apenas isso basta ou tenho que criar um alias? Para que os clientes acessem pelo nome ao invés do IP.

    Devo alterar o aplicativo Surface Area de localhost para remoto tb?

    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 11:22
  • Marcelo,

     

    Basicamente o Database Publishing Wizard, é uma assistente utilizada para Publicar Bancos de Dados, criando
    o Assistente de Publicação de Banco de Dados para transferir um banco de dados de um computador local para um provedor Web-hosting. Esse assistente publica um esquema de banco de dados local, com ou sem dados.

     

    O banco de dados de origem deve estar em uma instância do SQL Server 2005, SQL Server 2005 Express Edition ou SQL Server 2008. O banco de dados de destino deve estar em uma instância do SQL Server 2000, SQL Server 2005, SQL Server 2005 Express Edition ou SQL Server 2008.

     

    O Generate Script é um recurso existente no SQL Server, que permite gerar scritps de banco de dados, tables, stored procedures, etc...
    Através da geração destes scritps, é possível que você utilize os mesmos em outras ferramentas ou aplicativos, inclusive em suas aplicações.

     

    Para permitir o acesso a sua instância SQL Server, é necessário habilitar o protocolo TCP/IP para conexão local e remota, recomendo também criar um alias para acelerar a conexão.

    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 11:55
  • Feliz Ano Novo, Junior Galvão.

     

    Bem, então fiz certo em gerar o script do meu banco pelo generate script, já que quero instalar meu aplicativo em outros PCs.

     

    Quanto ao acesso em rede local, o Surface Area, não há necessidade de configurar nada então?

    E sobre o Alias, onde está Port No, coloco o valor que está configurado na propriedade TCP/IP, correto?

    E quanto ao nome do servidor, coloco o nome do computador?

    E na hora de conectar pelo C# em Data Source, coloco o nome do alias, ao invés de localHost, certo?

    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 13:41
  • Marcelo,

     

    Isso mesmo você esta no caminho!!!

     

     

    Quanto ao acesso em rede local, o Surface Area, não há necessidade de configurar nada então?

     No Surface você deverá alterar a configuração do protocolo TCP/IP para conexão local e remota.

     

    E sobre o Alias, onde está Port No, coloco o valor que está configurado na propriedade TCP/IP, correto?

    De preferência a porta 1433.

     

    E quanto ao nome do servidor, coloco o nome do computador?

    Isso ou então o nome da instância SQL Server, como também se for o cas o endereço IP.

     

    E na hora de conectar pelo C# em Data Source, coloco o nome do alias, ao invés de localHost, certo?

    Isso mesmo.

    segunda-feira, 5 de janeiro de 2009 13:58