none
Totalizador geral (GT) RRS feed

  • Pergunta

  • Olá pessoal

    No requisito XXII fala sobre um Totalizador Geral (GT) que deve ser gravado em arquivo auxiliar criptografado.
    Só que eu andei pesquisando e ainda estou com dúvidas sobre isso.

    Pergunto: O que é esse GT e o que ele deve armazenar?
    Ele deve ser incrementado cada vez que é lançado um cupom?

    Agradeço desde já
    Fabio Schunig
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 17:38

Respostas

  • Boa tarde!

    Este arquivo deve ter todas as ECF autorizadas para uso local, ou seja, em geral vai ter 1 (uma) ECF autorizada para uso.

    Se vc tiver 5 PAF-ECFs em computadores, vc vai ter em cada computador um PAF-ECF com seu arquivo.

    Se vc trocar os ECFs que um computador (PAF-ECF) para o outro, a empresa desenvolvedora terá que configurar as ECFs novamente, pois o PAF-ECF 1 tinha a ECF 1 e o PAF-ECF 2 tinha a ECF 2. O PAF-ECF 1 não sabe da existência da ECF 2, por isso terá que ser configurada, o mesmo acontece para o outro PAF-ECF.

    Deve gerar somente um arquivo com a lista de ECFs autorizados, NUNCA mais de 1 arquivo. Na lista vc vai ter o número de fabricação que vc podera validar quando subir o PAF-ECF e verificar se tem na sua lista.

    Blz?

    quarta-feira, 21 de setembro de 2011 20:04
  • Boa tarde!

    O GT (Grande Total) é um valor irredutível, ou seja, que nunca é zerado pelo ECF e armazena os totais dos cupons fiscais.
    Pelo PAF-ECF você deverá pegar o GT da ECF e armazenar em arquivo criptografado.
    Eu estou atualizando o GT toda vez que o cupom fiscal é finalizado ou cancelado.
    Importante. Mesmo que você cancele o cupom fiscal o GT vai conter o valor até o momento do cancelamento, ou seja, o cancelamento também entra no valor do GT.

    T+
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 18:23
  • Opa... Blz...

    Em cada micro que possue um ECF desses, eu teria que ter um arquivo que tenha o GT da impressora?
    Isso mesmo. O PAF-ECF está utilizando um ECF e está ECF deve estar cadastrada no arquivo auxiliar com o GT atualizado (o valor q está na ECF).

    Mas e se a impressora for trocada de micro?
    Você terá que utilizar um programa (que você vai desenvolver, que só a softwarehouse pode utilizar no cliente) para adicionar está ECF no arquivo auxiliar com o valor corrente do GT.

    Outra coisa: esse arquivo tem que conter apenas um número com o GT? Ou mais informações?
    Tem que conter ainda o número de fabricação da ECF com o seu respectivo valor de GT.

    E tem que ser um arquivo txt, um xml ou o que?
    Pode ser arquivo txt ou xml. Você escolhe. Eu utilizei XML

    Olha o exemplo:

    <?xml version="1.0"?>
    <configuracoes-pafecf xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema">
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="91tTF/d5zmdF+6dmfJJNaWqspLNOaabaKSPBiz2tgI/W7rHuQPUSaHYzddYPWhyn" gtCriptografado="DjzmLRxwYprKHwtfRpcEQPnE62d0rsC8bytEVV6ahs8=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="Pv/TfRYobBMXg/jJL0uDSAs2Lx58wfFypo7ETAhmBAwWld7wnP2uc7z/tNved2GE" gtCriptografado="+VRXLPnVcOtu0/54/znEyZrBLeYANi+eGLchVQpuNNM=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="OkuYnEWck6yPxxpi6f+4EocRWFedLmSwsmzNTKjK4sZUjwvyQzXqmTWt6+3Vq235" gtCriptografado="3UqxI+XaGZuxfsWB/UCtKBriChddaDZwTJvNpbuIChU=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="xYPdHAbp2GUH+7V9/uoYuoq1FGqLSImRg+oz5L/h+5PMh2ySf6nf0TYPNQgKO2D2" gtCriptografado="yRGNmHMmoUZnQfvAID5bZhrLUwxsAw43/UNYHoI4A8E=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="qNds1/Gm0w+63IHst4H422A1ckQC0vQd90W3VePRQCZtr/iesRoZLogQasIUSNAx" gtCriptografado="D3Hvd8t3tW3TOmGGczNBcA==" />
    </configuracoes-pafecf>
    Estes dados não podem estar em banco de dados. Tem que ser em arquivo.

    Note que neste arquivo eu tenho 5 ECF cadastradas. Posso utilizar qualquer uma delas, com tanto que o GT esteja atualizado.

    Com relação à totalizar, vc diz que cada arquivo desses (correspondente à um ECF) tem que ir totalizando conforme for vendendo?
    Você terá um arquivo contendo todos as ECFs cadastradas que o estabelecimento pode utilizar com os respectivos GTs. Vamos supor que você tenha um programa que adiciona uma ECF no arquivo auxiliar e também adicione o GT atual da ECF. Quando você for abrir o PAF-ECF você vai testar o GT atual da ECF com o que está armazenado no arquivo de acordo com o número de fabricação da ECF. No primeiro momento vai bater os valores. Agora você faz uma venda de 50,00, você tem que atualizar seu arquivo auxiliar o GT com o valor antigo + 50, levando em conta o número de fabricação atual. Caso você cancele o cupom fiscal o GT NÃO é decrementado.

    Saberia me dizer qual é a utilidade disso?
    Isso garante que o cliente não utilize outro software para gerar cupom fiscal.

    Qq coisa estamos ai :)
    • Marcado como Resposta Fabio Schunig segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:37
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:11

Todas as Respostas

  • Boa tarde!

    O GT (Grande Total) é um valor irredutível, ou seja, que nunca é zerado pelo ECF e armazena os totais dos cupons fiscais.
    Pelo PAF-ECF você deverá pegar o GT da ECF e armazenar em arquivo criptografado.
    Eu estou atualizando o GT toda vez que o cupom fiscal é finalizado ou cancelado.
    Importante. Mesmo que você cancele o cupom fiscal o GT vai conter o valor até o momento do cancelamento, ou seja, o cancelamento também entra no valor do GT.

    T+
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 18:23
  • Olá Fábio!
    Ainda está um pouco nebuloso para mim :)

    Digamos o seguinte caso:
    Tenho um cliente que tem 3 impressoras fiscais na loja.
    Em cada micro que possue um ECF desses, eu teria que ter um arquivo que tenha o GT da impressora?
    Mas e se a impressora for trocada de micro?

    Outra coisa: esse arquivo tem que conter apenas um número com o GT? Ou mais informações?
    E tem que ser um arquivo txt, um xml ou o que?

    Com relação à totalizar, vc diz que cada arquivo desses (correspondente à um ECF) tem que ir totalizando conforme for vendendo?
    Por exemplo:
    ECF-1 vendeu 100,00 reais -> soma no arquivo -> GT=100,00
    ECF-1 vendeu 50,00 reais -> soma no arquivo -> GT=150,00
    ECF-1 cancelou o último cupom -> diminui do arquivo -> GT=100,00

    É isso?
    Saberia me dizer qual é a utilidade disso? hehe :D


    Desculpe a qtde de perguntas, mas realmente não entendi direito esse requisito.

    Abraços
    Fabio Schunig
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 18:45
  • Opa... Blz...

    Em cada micro que possue um ECF desses, eu teria que ter um arquivo que tenha o GT da impressora?
    Isso mesmo. O PAF-ECF está utilizando um ECF e está ECF deve estar cadastrada no arquivo auxiliar com o GT atualizado (o valor q está na ECF).

    Mas e se a impressora for trocada de micro?
    Você terá que utilizar um programa (que você vai desenvolver, que só a softwarehouse pode utilizar no cliente) para adicionar está ECF no arquivo auxiliar com o valor corrente do GT.

    Outra coisa: esse arquivo tem que conter apenas um número com o GT? Ou mais informações?
    Tem que conter ainda o número de fabricação da ECF com o seu respectivo valor de GT.

    E tem que ser um arquivo txt, um xml ou o que?
    Pode ser arquivo txt ou xml. Você escolhe. Eu utilizei XML

    Olha o exemplo:

    <?xml version="1.0"?>
    <configuracoes-pafecf xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema">
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="91tTF/d5zmdF+6dmfJJNaWqspLNOaabaKSPBiz2tgI/W7rHuQPUSaHYzddYPWhyn" gtCriptografado="DjzmLRxwYprKHwtfRpcEQPnE62d0rsC8bytEVV6ahs8=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="Pv/TfRYobBMXg/jJL0uDSAs2Lx58wfFypo7ETAhmBAwWld7wnP2uc7z/tNved2GE" gtCriptografado="+VRXLPnVcOtu0/54/znEyZrBLeYANi+eGLchVQpuNNM=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="OkuYnEWck6yPxxpi6f+4EocRWFedLmSwsmzNTKjK4sZUjwvyQzXqmTWt6+3Vq235" gtCriptografado="3UqxI+XaGZuxfsWB/UCtKBriChddaDZwTJvNpbuIChU=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="xYPdHAbp2GUH+7V9/uoYuoq1FGqLSImRg+oz5L/h+5PMh2ySf6nf0TYPNQgKO2D2" gtCriptografado="yRGNmHMmoUZnQfvAID5bZhrLUwxsAw43/UNYHoI4A8E=" />
      <ecf numeroFabricacaoCriptografado="qNds1/Gm0w+63IHst4H422A1ckQC0vQd90W3VePRQCZtr/iesRoZLogQasIUSNAx" gtCriptografado="D3Hvd8t3tW3TOmGGczNBcA==" />
    </configuracoes-pafecf>
    Estes dados não podem estar em banco de dados. Tem que ser em arquivo.

    Note que neste arquivo eu tenho 5 ECF cadastradas. Posso utilizar qualquer uma delas, com tanto que o GT esteja atualizado.

    Com relação à totalizar, vc diz que cada arquivo desses (correspondente à um ECF) tem que ir totalizando conforme for vendendo?
    Você terá um arquivo contendo todos as ECFs cadastradas que o estabelecimento pode utilizar com os respectivos GTs. Vamos supor que você tenha um programa que adiciona uma ECF no arquivo auxiliar e também adicione o GT atual da ECF. Quando você for abrir o PAF-ECF você vai testar o GT atual da ECF com o que está armazenado no arquivo de acordo com o número de fabricação da ECF. No primeiro momento vai bater os valores. Agora você faz uma venda de 50,00, você tem que atualizar seu arquivo auxiliar o GT com o valor antigo + 50, levando em conta o número de fabricação atual. Caso você cancele o cupom fiscal o GT NÃO é decrementado.

    Saberia me dizer qual é a utilidade disso?
    Isso garante que o cliente não utilize outro software para gerar cupom fiscal.

    Qq coisa estamos ai :)
    • Marcado como Resposta Fabio Schunig segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:37
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:11
  • Perfeito Fábio! Esclarecedor como sempre!
    Vou fazer meus testes aqui, mas acredito que agora já tenha entendido tudo.

    Muito obrigado!
    E te dou meus parabéns pela dedicação e disposição em nos ajudar.
    Você está fazendo um grande trabalho no fórum, que realmente faz a diferença. ;)

    Valeu!
    Fabio Schunig

    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:28
  • Obrigado.

    Estamos aqui pra ajudar se ser ajudado.

    :)

    terça-feira, 8 de dezembro de 2009 14:33
  • amigão e se a mensagem de erro vier que o GT da ECF esta diferente do arquivo... mesmo que eu tenha gerado com o numero da ECF certinho e o GT informado é o que aaprece na leitura X da ECF ???  o que pode ser esse erro?? só trnh uma ECf
    Opa... Blz...

    Em cada micro que possue um ECF desses, eu teria que ter um arquivo que tenha o GT da impressora?
    Isso mesmo. O PAF-ECF está utilizando um ECF e está ECF deve estar cadastrada no arquivo auxiliar com o GT atualizado (o valor q está na ECF).

    Mas e se a impressora for trocada de micro?
    Você terá que utilizar um programa (que você vai desenvolver, que só a softwarehouse pode utilizar no cliente) para adicionar está ECF no arquivo auxiliar com o valor corrente do GT.

    Outra coisa: esse arquivo tem que conter apenas um número com o GT? Ou mais informações?
    Tem que conter ainda o número de fabricação da ECF com o seu respectivo valor de GT.

    E tem que ser um arquivo txt, um xml ou o que?
    Pode ser arquivo txt ou xml. Você escolhe. Eu utilizei XML

    Olha o exemplo:

    <?xml version="1.0"?>
    <configuracoes-pafecf xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema">
     <ecf numeroFabricacaoCriptografado="91tTF/d5zmdF+6dmfJJNaWqspLNOaabaKSPBiz2tgI/W7rHuQPUSaHYzddYPWhyn" gtCriptografado="DjzmLRxwYprKHwtfRpcEQPnE62d0rsC8bytEVV6ahs8=" />
     <ecf numeroFabricacaoCriptografado="Pv/TfRYobBMXg/jJL0uDSAs2Lx58wfFypo7ETAhmBAwWld7wnP2uc7z/tNved2GE" gtCriptografado="+VRXLPnVcOtu0/54/znEyZrBLeYANi+eGLchVQpuNNM=" />
     <ecf numeroFabricacaoCriptografado="OkuYnEWck6yPxxpi6f+4EocRWFedLmSwsmzNTKjK4sZUjwvyQzXqmTWt6+3Vq235" gtCriptografado="3UqxI+XaGZuxfsWB/UCtKBriChddaDZwTJvNpbuIChU=" />
     <ecf numeroFabricacaoCriptografado="xYPdHAbp2GUH+7V9/uoYuoq1FGqLSImRg+oz5L/h+5PMh2ySf6nf0TYPNQgKO2D2" gtCriptografado="yRGNmHMmoUZnQfvAID5bZhrLUwxsAw43/UNYHoI4A8E=" />
     <ecf numeroFabricacaoCriptografado="qNds1/Gm0w+63IHst4H422A1ckQC0vQd90W3VePRQCZtr/iesRoZLogQasIUSNAx" gtCriptografado="D3Hvd8t3tW3TOmGGczNBcA==" />
    </configuracoes-pafecf>
    
    Estes dados não podem estar em banco de dados. Tem que ser em arquivo.

    Note que neste arquivo eu tenho 5 ECF cadastradas. Posso utilizar qualquer uma delas, com tanto que o GT esteja atualizado.

    Com relação à totalizar, vc diz que cada arquivo desses (correspondente à um ECF) tem que ir totalizando conforme for vendendo?
    Você terá um arquivo contendo todos as ECFs cadastradas que o estabelecimento pode utilizar com os respectivos GTs. Vamos supor que você tenha um programa que adiciona uma ECF no arquivo auxiliar e também adicione o GT atual da ECF. Quando você for abrir o PAF-ECF você vai testar o GT atual da ECF com o que está armazenado no arquivo de acordo com o número de fabricação da ECF. No primeiro momento vai bater os valores. Agora você faz uma venda de 50,00, você tem que atualizar seu arquivo auxiliar o GT com o valor antigo + 50, levando em conta o número de fabricação atual. Caso você cancele o cupom fiscal o GT NÃO é decrementado.

    Saberia me dizer qual é a utilidade disso?
    Isso garante que o cliente não utilize outro software para gerar cupom fiscal.

    Qq coisa estamos ai :)

    sábado, 9 de julho de 2011 22:25
  • Bom dia!

    Seguinte, veja o valor que esta vindo do arquivo criptografado e o valor retornado pelo ECF. Pode ser que tenha alguma problema de Globalização. Vc esta comparando como Decimal?

    Poste aqui os valor que estão chegando do ECF e da aplicação.

    T+

    segunda-feira, 11 de julho de 2011 12:58
  • joao carlos,

    O GT é o valor que aparece na Leitura X com o nome Totalizador Geral.

    Diga qual o modelo de ECF que vc está testando e qual a função da DLL que vc está usando para ler este valor. Pode ser que vc tenha confundido com outro valor.

    Se vc estiver lendo o valor correto e verificar que os valores são diferentes, tem que seguir as regras do PAF-ECF, no requisito XXII, itens 7 e 8. Verifique os dados pedidos da última redução Z e teste com os dados gravados. Se estiverem OK, vc recria o arquivo e continua normalmente. Se houver problema, deve bloquear o uso do sistema apenas para consulta. A liberação tem que ser feita por alguem responsável pelo sistema, que não seja do cliente.


    Se foi útil para você, então Marque para ajudar outras pessoas.
    terça-feira, 12 de julho de 2011 14:43
  • Boa tarde!

    Este arquivo deve ter todas as ECF autorizadas para uso local, ou seja, em geral vai ter 1 (uma) ECF autorizada para uso.

    Se vc tiver 5 PAF-ECFs em computadores, vc vai ter em cada computador um PAF-ECF com seu arquivo.

    Se vc trocar os ECFs que um computador (PAF-ECF) para o outro, a empresa desenvolvedora terá que configurar as ECFs novamente, pois o PAF-ECF 1 tinha a ECF 1 e o PAF-ECF 2 tinha a ECF 2. O PAF-ECF 1 não sabe da existência da ECF 2, por isso terá que ser configurada, o mesmo acontece para o outro PAF-ECF.

    Deve gerar somente um arquivo com a lista de ECFs autorizados, NUNCA mais de 1 arquivo. Na lista vc vai ter o número de fabricação que vc podera validar quando subir o PAF-ECF e verificar se tem na sua lista.

    Blz?

    quarta-feira, 21 de setembro de 2011 20:04
  • Olá Fabio,

    Sobre o tópico:

    "Mas e se a impressora for trocada de micro?
    Você terá que utilizar um programa (que você vai desenvolver, que só a softwarehouse pode utilizar no cliente) para adicionar está ECF no arquivo auxiliar com o valor corrente do GT."

    Sobre esse "programa", vcs exigem que seus clients solicitem esse arquivo criptografado para cada ECF/Loja?

    sexta-feira, 19 de outubro de 2012 14:19
  • Bom dia Mauro

    Sobre esse "programa", vcs exigem que seus clients solicitem esse arquivo criptografado para cada ECF/Loja?
    Sim. Quando um cliente compra o sistema, nós temos que "liberar" o ECF, tem uma papelada e burocracia para fazer também.
    Ou seja, nós temos controle de cada ECF que usará nosso sistema. E utilizamos esse "programa" para gerar o arquivo criptografado para cada ECF.

    Abraços
    Fabio Schunig

    segunda-feira, 26 de novembro de 2012 11:48