none
Opiniao...sobre estrutura do sql RRS feed

  • Pergunta

  • Boa Noite a todos, gostaria da saber da opiniao de voces.

    tenho um storage da ibm modelo ds3400 com discos de 136GB.

    irei organizar da seguinte maneira tenho  13 discos disponiveis para isso. minha base tem 400GB

    Arquivos LDF utilizando dois discos em raid 1

    tempdb irei utilizar dois discos em raid 0

    e para o mdf e backup irei utilizar os discos restantes em raid 5.

    irei alterar a controladora para o tempdb utilizar uma e o mdf e ldf utilizar a outra.

    Gostaria de saber a opiniao de voces.. muito obrigado e grato pela atencao.

     

    Obrigado

     


    Fernando M
    terça-feira, 7 de junho de 2011 20:34

Respostas

  • Boa Noite,

    Na minha opinião essa configuração não é a ideal. Ao meu ver,há dois pontos falhos:

    Utilizar RAID 0 para o TempDB é pedir pra ter problemas. O RAID 0 tem um poder de escrita fantástico, mas lembre-se que a falha de um disco irá comprometer o volume. Claro que os dados do TempDB são temporários, mas se o disco do volume onde está o TempDB cair, o TempDB não sobe e aí o seu SQL Server irá parar. Desempenho é importante, mas lembre-se que na hora da queda é melhor ter um desempenho ruim do que nenhum e por isso não recomendo o RAID 0 em nenhuma implementação relacionada a banco de dados.

    Configurar o backup em RAID5 também não é algo que eu faria. Operações de backup são excessivamente de escrita e o RAID 5 não é a melhor configuração para isso. O RAID 1 pode ser mais indicado que o RAID 5 em princípio.

    Agora um opinião mais "fora da caixa" e menos técnica. Se você pegar algum livro bem acadêmico ou um Training Kit da vida, provavelmente você irá encontrar algumas regras básicas:

    - SO em RAID 1
    - Log em RAID 1
    - Dados em RAID 5 ou RAID 10

    Não acho que essas regras são erradas, mas penso que se você se guiar apenas por elas, você fatalmente irá cometer erros. O que realmente conta não é o RAID utilizado, mas se a vazão do disco atende à necessidade de I/O que você precisa. Isso é claro sem contar o CASH do storage que irá reter os dados antes mesmo que os discos sejam tocados. Além do mais, é possível que um RAID 5 bata um RAID 0 ou um RAID 1 se configurar o RAID 5 com mais discos e ter mais vazão. Por isso, analisar puramente pelo RAID é muito superficial, uma vez que os discos de um storage hoje (SAN, NAS, ISCSI) estão muito longe do passado quando os discos eram mais lentos e realmente dedicados (DAS). Aqueles que analisam o RAID puramente parece viverem ainda na época em que só existia DAS.

    Em um dos ambiente que trabalho, tenho storage IBM DS8700 todo em RAID 5 (inclusive o LDF) e não me arrependo da implementação que o time de storage aqui fez. Por que ? Simples. O RAID 5 é o mais econômico no uso do disco e o RAID 5 configurado no storage atende perfeitamente (e com muita sobra) às minhas necessidades de I/O (e estou falando de muitas transações por segundo e não de um banco READ ONLY). Por que então apostar em outros níveis de RAID que irão me atender da mesma forma, porém desperdiçar mais discos ? O RAID 10 seria ótimo, mas considerando que na atual configuração, o RAID 5 sequer faz fila, colocar RAID 10 só iria desperdiçar discos sem nenhum valor agregado.

    Assim sendo, não pense apenas no RAID, mas principalmente na melhor combinação possível para que você não desperdiçe discos e mantenha a vazão necessária (no hoje e no amanhã). Isso envolverá conhecer o uso do I/O pelo seus bancos de dados, pois, não é possível passar uma receita de bolo sem conhecê-los.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.wordpress.com


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    terça-feira, 7 de junho de 2011 22:47

Todas as Respostas

  • Boa Noite,

    Na minha opinião essa configuração não é a ideal. Ao meu ver,há dois pontos falhos:

    Utilizar RAID 0 para o TempDB é pedir pra ter problemas. O RAID 0 tem um poder de escrita fantástico, mas lembre-se que a falha de um disco irá comprometer o volume. Claro que os dados do TempDB são temporários, mas se o disco do volume onde está o TempDB cair, o TempDB não sobe e aí o seu SQL Server irá parar. Desempenho é importante, mas lembre-se que na hora da queda é melhor ter um desempenho ruim do que nenhum e por isso não recomendo o RAID 0 em nenhuma implementação relacionada a banco de dados.

    Configurar o backup em RAID5 também não é algo que eu faria. Operações de backup são excessivamente de escrita e o RAID 5 não é a melhor configuração para isso. O RAID 1 pode ser mais indicado que o RAID 5 em princípio.

    Agora um opinião mais "fora da caixa" e menos técnica. Se você pegar algum livro bem acadêmico ou um Training Kit da vida, provavelmente você irá encontrar algumas regras básicas:

    - SO em RAID 1
    - Log em RAID 1
    - Dados em RAID 5 ou RAID 10

    Não acho que essas regras são erradas, mas penso que se você se guiar apenas por elas, você fatalmente irá cometer erros. O que realmente conta não é o RAID utilizado, mas se a vazão do disco atende à necessidade de I/O que você precisa. Isso é claro sem contar o CASH do storage que irá reter os dados antes mesmo que os discos sejam tocados. Além do mais, é possível que um RAID 5 bata um RAID 0 ou um RAID 1 se configurar o RAID 5 com mais discos e ter mais vazão. Por isso, analisar puramente pelo RAID é muito superficial, uma vez que os discos de um storage hoje (SAN, NAS, ISCSI) estão muito longe do passado quando os discos eram mais lentos e realmente dedicados (DAS). Aqueles que analisam o RAID puramente parece viverem ainda na época em que só existia DAS.

    Em um dos ambiente que trabalho, tenho storage IBM DS8700 todo em RAID 5 (inclusive o LDF) e não me arrependo da implementação que o time de storage aqui fez. Por que ? Simples. O RAID 5 é o mais econômico no uso do disco e o RAID 5 configurado no storage atende perfeitamente (e com muita sobra) às minhas necessidades de I/O (e estou falando de muitas transações por segundo e não de um banco READ ONLY). Por que então apostar em outros níveis de RAID que irão me atender da mesma forma, porém desperdiçar mais discos ? O RAID 10 seria ótimo, mas considerando que na atual configuração, o RAID 5 sequer faz fila, colocar RAID 10 só iria desperdiçar discos sem nenhum valor agregado.

    Assim sendo, não pense apenas no RAID, mas principalmente na melhor combinação possível para que você não desperdiçe discos e mantenha a vazão necessária (no hoje e no amanhã). Isso envolverá conhecer o uso do I/O pelo seus bancos de dados, pois, não é possível passar uma receita de bolo sem conhecê-los.

    [ ]s,

    Gustavo Maia Aguiar
    http://gustavomaiaaguiar.wordpress.com


    Classifique as respostas. O seu feedback é imprescindível
    terça-feira, 7 de junho de 2011 22:47
  • Ola Gustavo boa noite e valeu pela atencao.

    Se eu estava com alguma duvida, apos ler a sua resposta nao estou mais, vou analisar melhor o ambiente e nao pensar como a forma de raid em principal. vou analisar e rever outras configuracoes, como tb a questao de i/o do banco de dados..

    Obrigado pela atencao.

     


    Fernando M
    terça-feira, 7 de junho de 2011 23:10