none
Entrevistas absurdas para desenvolvedor web .net junior RRS feed

  • Discussão Geral

  • Pessoal, bom dia!

    Estou em processo de entrevistas para desenvolvedor web .net junior. Escrevo aqui para saber se é normal com vocês cobrarem tantos requisitos para uma vaga de nível junior.

    Em muitos dos processos que já participei, encarei os conteúdos abaixo:

    -Português
    -Lógica de raciocínio
    -Lógica de programação
    -Conhecimentos na linguagem c#
    -Conhecimentos na linguagem ASP.NET, quase sempre com base em Framework Webforms
    -Modelagem de dados
    -SQL (Consulta, manipulação e definição de dados)
    -JavaScript
    -HTML e CSS
    -RUP, SCRUM ou XP, dependendo da metodologia utilizada pela empresa;

    Na maioria dos testes que fiz, caiu quase tudo isso acima. Em dois dos testes que realizei, foram cobrados todos os conteúdos listados.

    Minha pergunta é: Por que tanta exigência para um desenvolvedor nível junior? Quem estiver bons conhecimentos em tudo isso acima é, no mínimo, nível Pleno ou Senior, se já tiver capacidade de coordenar equipe.

    Compartilhem aqui suas experiências.

    Abraços!

    Glauco

    sexta-feira, 23 de novembro de 2012 12:26

Todas as Respostas

  • Glauco,

    Não sei em qual estado/cidade você reside, mais aqui em São Paulo/SP tudo que você citou acima, menos as metodologias (RUP, SCRUM ou XP) é algo totalmente normal que as empresas cobram para um Junior.

    Já presenciei processos de seleção para vaga de Junior em .NET. É simplesmente incrível como na entrevista a pessoa se vende, dizendo que conhece tudo e na hora de fazer o teste pratico mal faz o CRUD e diz que 3 camadas é coisa de outro mundo, até pessoas que simplesmente se levantavam e diziam que não iriam fazer o testes porque o teste não estava a nível de Junior (CRUD, Master Page, Banco, Logica e etc...)

    Na boa, se o mercado esta fazendo isso é justamente para se blindar de alguns picaretas que ficam se dizendo ser grandes conhecedores mais no fundo não conhecem nada.

    Vitor Mendes | Seu feedback é muito importante para todos!
    Visite o meu site: http://www.vitormendes.com.br/

    sexta-feira, 23 de novembro de 2012 12:57
  • Glauco, não se assuste.

    Conforme já comentado pelo Vitor, um dos grandes problemas em nossa área é que "todo mundo sabe tudo". Muitos candidatos se apresentam em seus currículos, como verdadeiros Engenheiros de Software, Arquitetos e afins. Mas na hora que realmente precisa comprovar a experiencia que dizem que tem, seja em uma entrevista técnica ou em uma prova, acabam mostrando outro perfil.

    Apesar de ser um processo exigente, é necessário para que a empresa não compre gato por lebre. De mais a mais, o candidato que possui as experiencias acima, ainda que sem um conhecimento profundo, não vai ter problemas durante a entrevista.

    Tenha em mente que as empresas hoje em dia, além de qualificação, buscam profissionais comprometidos e serios. Ninguem mais contrata simplesmente por que achou o candidato legal ou a candidata bonitinha.

    Portanto, mais uma vez, não se assuste e procure sempre aprender a cada dia, ok?

    Abraços.


    Washington Luíz | MCP, MCTS
    O Senhor é minha força e somente Nele confio.

    sexta-feira, 23 de novembro de 2012 14:00
  • Glauco, você mal começou e ao invés de se preparar para enfrentar com sucesso esses desafios está tendo a pior atitude possível: criticar quem vai pagar seu salário.

    Empresa nenhuma vai pagar para você aprender a programar. Se você quer aprender a programar, então que pague você um bom curso. O fundamento do capitalismo é lucro e lucro em desenvolvimento se dá por meio de PRODUTIVIDADE. Quando contrata-se um programador Jr, sabe-se que ele tem menos TEMPO DE EXPERIÊNCIA e portanto terá mais dificuldades para resolver problemas mais elaborados, mas tem-se a certeza de que ele será produtivo e trará resultados, por isso mesmo um JR deve saber programar, conhecer o framework, ter lógica de programação, mas não precisa ter VIVÊNCIA.

    E vivência é fundamental pois é ela quem vai deixar o desenvolvedor mais "esperto" na hora de identificar possíveis riscos nos códigos e também vai permitir mitiga-los sem maiores contra-tempos.

    Em relação a ser PLENO ou SENIOR porque sabe mais ou menos C#, quero te fazer uma pergunta:

    Um programador sênior em JAVA, pode ser Jr em c#? Somente porque não conhece a linguagem?

    O nível do profissional não está ligado ao quanto ele conhece da linguagem, mas sim a quantos anos ele possui de experiência na área e ao número de problemas que ele já enfrentou e resolveu.

    Portanto, para ser breve: ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. ESTUDE. E se quiser ser um programador, estude mais um pouco.

    sexta-feira, 23 de novembro de 2012 20:05
  • Glauco,

    Com exceção das metodologias RUP, SCRUM ou XP, o restante é normal, pelo menos em SP, eles não cobram que você seja expert no assunto, mas que tenha um bom conhecimento no que está sendo pedido, tanto que, em geral os testes para júnior e pleno geralmente são diferentes em relação ao aprofundamento desses itens, não acho nenhum absurdo, se você estiver cursando a faculdade dá compreender esse seu questionamento, realmente parece que a exigência é enorme, mas se você avaliar bem, na verdade não é.

    terça-feira, 27 de novembro de 2012 12:33
  • Pessoal,

    Boa noite! Achei esse tópíco ao acaso e ele é bem interessante. Eu sou de infra e estou querendo aproveitar que me formei recentemente em Análise de Sistemas, e estou querendo migrar de área (salário baixo é um dos principais motivos). Eu entendo que é vital ter muito conhecimento, mas qual um curso bom voltado pra área (se possível no RJ, pois moro no RJ) que dê um bom nível. Eu tive um pouco de vivência com dev no passado, mas o foco era misto com banco de dados juntamente com a carga de dados.

    Eu já tenho conhecimento de Oracle, SQL Server, MySQL, lógica de programação, modelagem, Java, C++, C#, javascript. Entendo que curso nenhum vai me tornar um programador junior, mas queria um que ao menos desse uma base ou usasse exemplos de mercado. Pois saber o que o mercado normalmente necessita é muito importante e ajuda no preparo.

    Grato pela atenção!

    Ilan Oliveira.

    domingo, 3 de março de 2013 23:29
  • O mercado evoluiu, os júniors de hoje (Pós modernidade) estão manjando bem mais do que os júniors de tempos atrás...

    Adapte-se a evolução e vá estudar !!!


    Leonardo Lourenço Silva

    quinta-feira, 7 de março de 2013 13:35
  • Onde trabalhava eu que entrevistava os desenvolvedores, lembro que pra  1 vaga para júnior os pré-requisitos eram conhecer Visual Studio 2012, WPF 4.5, MVVM, MVVM Light e Blend...

    Tudo isso quando o Visual Studio ainda estava na versão CTP, quando ainda tinha o Code Nome Visual Studio 11...

    Apareceram quase 20 desenvolvedores júniors e o salário nem era tão alto assim...

    Já foi o tempo que um júnior tinha que conhecer só SQL Server e C#.


    Leonardo Lourenço Silva

    quinta-feira, 7 de março de 2013 13:47
  • Boa Tarde,

    Esses requisitos deveriam ser para Estagio e não para Junior...

    Para a vaga de Junior na minha empresa eu dobro os itens dessa lista, pq p/ ser Junior como em toda profissão precisa passar por estagio, trainee e estar formado na faculdade. 

    Um abraço;


    quinta-feira, 7 de março de 2013 15:56