none
Monitorando os arquivos em background RRS feed

  • Pergunta

  • Boa tarde,

    Preciso construir um serviço no azure que fique monitrando os arquivos que estão sendo envidos para o meu container, gostaria tambem de fazer este monitoramento em backgroud atravez de worker role, existe algum recurso parecido com o File Watcher que eu possa utilizar?

    Abraços,

    quinta-feira, 7 de abril de 2011 20:54

Respostas

  • Olá Marcos.

    Você consegue fazer este monitoramento com Worler Role sem grandes problemas algumas questões a serem levantadas antes de se colcoar em produção.

    • Qual a periodicidade que você precisa ser informado?
    • Qual a quantidade de uploads feitos em média por dia ou hora?
    • Precisa ser "real time"?

    Estas questões são de extrema relevância, pois a questão aqui não é apenas o como se efetuar o monitoramento, mas sim o custo que isso irá ter, para você ter uma idéia fora o custo fixo de storage temos o mais dois tipos:

    • Banda: Só será cobrado se a banda existir fora do mesmo ambiente, como por exemplo a requisição de uma instancia da sua aplicação que está em um datacenter diferente de onde esteja sua Storage Account com os dados a serem acessados.
    • Transações: Temos alguns aspectos a serem levados em consideração, os principais são que toda requisição feita a uma Storage Account pode ou não ser considerada 'bilable', toda chamada REST é considerada uma billable transaction, algumas ações em storage podem gerar mais uma 'bilable transaction' e por aí vai.

    Resumindo de acordo com o seu cenário e sua necessidade você consegue sim criar um agente (com worker role e outros recursos, de acordo com o modelo de agente) para monitorar as atualizações e te informar.

    A questão é definir o quanto mais custará sua aplicação, e fechado o escopo basta desenvolver seu agente e colocar em produção.

    Se ficou alguma dúvida não hesite em perguntar.

    Abs e sucesso.

    Lucas A. Romão
    MSN:
    laromao@oxygenhost.com.br
    Blog: http://laromao.wordpress.com/ | Twitter: @LucasRomao
    Líder da Comunidade Azure Services Brasil | Twitter:@AzureServicesBR

    quinta-feira, 2 de junho de 2011 16:30
    Moderador

Todas as Respostas

  • Simões,

    Acredito que a maneira mais correta de se fazer isto seria você criar uma fila para processar os arquivos no seu Worker Role.

    Assim, depois que você atualizar o arquivo do Blob você cria a mensagem na fila informando o nome do arquivo e no seu Workflow Role você processa esta fila.

    Veja o exemplo Thaumbnails que faz mais ou menos o que você precisa:

    http://archive.msdn.microsoft.com/windowsazuresamples

    at.,


    Rogério de Resende Ohashi | Ohashi.NET (.NET, Security, C#, WinForms, WCF, Workflow, Azure, Windows Phone, Mono)
    sexta-feira, 8 de abril de 2011 15:51
  • Olá Marcos.

    Você consegue fazer este monitoramento com Worler Role sem grandes problemas algumas questões a serem levantadas antes de se colcoar em produção.

    • Qual a periodicidade que você precisa ser informado?
    • Qual a quantidade de uploads feitos em média por dia ou hora?
    • Precisa ser "real time"?

    Estas questões são de extrema relevância, pois a questão aqui não é apenas o como se efetuar o monitoramento, mas sim o custo que isso irá ter, para você ter uma idéia fora o custo fixo de storage temos o mais dois tipos:

    • Banda: Só será cobrado se a banda existir fora do mesmo ambiente, como por exemplo a requisição de uma instancia da sua aplicação que está em um datacenter diferente de onde esteja sua Storage Account com os dados a serem acessados.
    • Transações: Temos alguns aspectos a serem levados em consideração, os principais são que toda requisição feita a uma Storage Account pode ou não ser considerada 'bilable', toda chamada REST é considerada uma billable transaction, algumas ações em storage podem gerar mais uma 'bilable transaction' e por aí vai.

    Resumindo de acordo com o seu cenário e sua necessidade você consegue sim criar um agente (com worker role e outros recursos, de acordo com o modelo de agente) para monitorar as atualizações e te informar.

    A questão é definir o quanto mais custará sua aplicação, e fechado o escopo basta desenvolver seu agente e colocar em produção.

    Se ficou alguma dúvida não hesite em perguntar.

    Abs e sucesso.

    Lucas A. Romão
    MSN:
    laromao@oxygenhost.com.br
    Blog: http://laromao.wordpress.com/ | Twitter: @LucasRomao
    Líder da Comunidade Azure Services Brasil | Twitter:@AzureServicesBR

    quinta-feira, 2 de junho de 2011 16:30
    Moderador