none
Versão Visual Studio! RRS feed

  • Pergunta

  • Prezados colegas!

    Esta semana pequei um embate com um colega de trabalho pois estamos todos utilizando a versão 2010 do Visual Studio em nosso projeto para desenvolver nossas atividades diárias e o dito cujo esta utilizando a versão 2013. Quando questionamos no motivo de o "Zé Bonitinho" estar utilizando outra versão que não a mesma nossa ele nos disse que era para testar performance e melhorias de facilidades de desenvolvimento.

    Após um embate um pouco conturbado onde a posição dele é que o que se escreve é somente texto e por isso não faz diferença de onde é compilado, ou seja, na versão 2010 ou 2013 ou qualquer outra. Bom, não sou de acordo com esta posição, a minha posições é que se os projetos são desenvolvidos pela equipe na versão 2010 então todos os membros da equipe tem que utilizar a mesma versão.

    Devido a este embate fui atrás de alguma referência que possa embasar minha opinião, alguma indicação da Microsoft sobre a utilizar a mesma versão entre todos do time ou artigos de blog's, ou seja, alguma fonte que convalide minha opnião. Com esta pesquisa encontrei uma referência boa aqui de um blog indicando que para códigos não gerenciados, no caso C++ a versão de compilação do Visual Studio faz diferença e outra nem tão completa aqui mas indicando o mesmo problema. Como todas as duas referências são de códigos não gerenciados estou atrás de uma ou mais com códigos gerenciados.

    Alguém aqui da comunidade teria alguma referência melhor para me auxiliar em minha teoria de que times que desenvolvem uma aplicação na versão 2010 devam utilizar esta versão e caso queira utilizar outra versão faça todos e avaliem o impacto de migração anteriormente?

    Obrigado a todos!

    quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 17:13

Respostas

  • Olá Denie.

    Também não sou a favor de na mesma equipe e projeto ter versões diferentes do Visual Studio, não falei isso em minha resposta.

    Mas diante da decisão que você precisa tomar, entendo que o mais interessante seja toda a equipe mudar a versão do Visual Studio para a versão mais nova.

    Se o seu problema é só ter versões diferentes do VS, equalize todas na versão mais nova.

    Abs,

    Frederico.

    • Marcado como Resposta DanielEngenheiro terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 16:48
    sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 21:30

Todas as Respostas

  • Olá Danie.

    Seu amigo está certo. Em se tratando de .Net (C#, VB.Net, ASp.Net), ou seja, código gerenciado, você pode utilizar as versões mais novas do Visual Studio, e compilar nas versões mais antigas do framework .Net.

    Basta configurar o Target Framework nas propriedades do Projeto. Isso é assim desde a versão 2008 do Visual Studio se não me engano.

    Seu amigo também está certo em relação aos ganhos de usar sempre as versões mais recentes do Visual Studio, sempre agrega muito as novas funcionalidades do Visual Studio, como analise estática de código, Code Map, e mais uma porrada de melhorias. 

    Toda sua equipe deveria seguir o exemplo dele e atualizar a versão do Visual Studio, mesmo que vocês não mudem a versão do .Net por enquanto. 

    Simplesmente atualizar a versão do Visual Studio não impacta o projeto, a não ser que vocês façam algo a mais que abrir um csproj ou sln em uma IDE mais recente.

    De fato, os arquivos de código são só textos, que você não precisa nem do Visual Studio, pode utilizar o bloco de notas e compilar via linha de comando, a IDE (Visual Studio) são ferramentas para facilitar a edição, analise e compilação do texto utilizando um um compilador de uma versão específica do .Net.

    Abs

    Frederico

    http://www.fredericoemidio.com

    quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 20:03
  • Obrigado pela posição Frederico!

    Por enquanto não me dei por vencido sobre a questão.

    Sei que é bom que sempre utilizar a versão mais recente do Visual Studio para o desenvolvimento. Porém ainda não encontrei nenhuma literatura que indique que no mesmo time de desenvolvimento seja indicado o uso ou não de versões diferentes. Aliás já achei indicação, como pode ser visto no post anterior que para código não gerenciado há sim diferenças e caso tenha lido a publicação compartilhada o autor faz referências a referências de bibliotecas terceiras que não estão no domínio de alteração.

    Quando a questão do código ser somente "texto", eu concordo, porém é um texto que faz referências a outros "textos". Conforme deve ser de seu conhecimento há até marcações de compilador que me permite fazer referência a versão diferente do framework do qual estou configurado no projeto. Então é simplesmente texto sim e posso compilar fora do Visual Studio, mas quando compilo o simples texto é na verdade comandos de execução.

    E sou de acordo e adepto as melhorias e facilidades das versões mais novas, só não sou de acordo na mesma equipe e no mesmo projeto termos duas compilações em versões diferentes do Visual Studio, estou atrás de uma documentação que aprove ou desaprove esta visão, mas tem que ser documentação, como manual de boas práticas ou similar.

    Novamente obrigado por compartilhar seu ponto de vista.

     

    sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 12:49
  • Olá Denie.

    Também não sou a favor de na mesma equipe e projeto ter versões diferentes do Visual Studio, não falei isso em minha resposta.

    Mas diante da decisão que você precisa tomar, entendo que o mais interessante seja toda a equipe mudar a versão do Visual Studio para a versão mais nova.

    Se o seu problema é só ter versões diferentes do VS, equalize todas na versão mais nova.

    Abs,

    Frederico.

    • Marcado como Resposta DanielEngenheiro terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 16:48
    sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 21:30
  • Pois é!

    Estamos no processo de migrar para a versão mais nova, mas aqui estamos em uma instituição grande e ai tem o processo de compra e tudo mais. O problema é que até lá temos que ficar usando a versão 2010, e enquanto isso acho que o interessante é que todos estejam trabalhando nesta versão.

    Gosto de realizar meus questionamentos junto a equipe com termos técnicos e base teórica, desta forma eu não fico vendendo o meu "achismo" e também não sou questionado sobre os motivos da decisão, pois a justificativa já é implícita com a documentação utilizada no embasamento.

    De qualquer forma ainda continuo procurando esta base, caso conheça ficarei grato do compartilhamento.

    Obrigado!

     

    segunda-feira, 22 de dezembro de 2014 18:55