none
Componente para nota fiscal eletrônica RRS feed

  • Pergunta

  • Olá senhores,

    Eu sou desenvolver delphi, mas estou migrando algumas aplicações para .net. Estou desenvolvendo módulo de vendas com automação comercial e estou precisando implementar a rotina para nota fiscal eletrônica de produtos.

    Para delphi eu achei pelo menos dois componentes prontos que atendem esse requisito. Alguém conhece algum compomente para nota fiscal eletrônica para .NET?

    Agradeço desde já pela ajuda.


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 13:36

Respostas

  • Ele somente contempla a nota fiscal eletrônica e esta estavel sim, a empresa para qual desenvolvi a integração tem mais de 20 cliente emitindo nota o dia todo deste de 2009 sem problemas. Existe a possibilidade de utilizar o código fonte da aplicação, o projeto esta no sourceforge.

    Também estão implementando o CT-e, mas em relação a nota fiscal de serviço até aonde sei não tem nada implementado. Creio que o grupo até pode implementar, mas até aonde estudei o complicado é que cada municipio adota um padrão. Até existe uma padrão, o ABRASF, mas nem todos os municipio utilizam e quando usam fazem algumas modificações.

    Implementei a semana passa a integração com a NFS-e de Uberaba, o software gera o xml contendo um lote de RPS e envia para o webservice da prefeitura, depois fica consultando de tempo em tempo o retorno, assim que identificar o retorno é feito a integração no banco, não é muito complexo não, somente adicionei o webservice no projeto e acessei os metodos utiizando um certificado digital.

    Qualquer coisa pergunta ai.

     

     

     


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 14:52

Todas as Respostas

  • Olá Carlos,

    Ja tive a oportunidade de implementar a integração de um software de vendas com a NF-e.

    Utilizei a solução da Unimake, o http://www.unimake.com.br/uninfe/

    É muito simples, a sua aplicação somente precisa gerar o xml no diretório configurado e o software deles fazem o restante. Além de assinar, enviar e autorizar o xml ele tambem imprime e envia o xml para o destinatario.

    O software é gratuito, você pode participar do grupo de yahoo para ajudar no desenvolvimento do mesmo.

    Caso queira ajudar o projeto pode adquirir a licença do software que imprime a danfe, sendo assim terá alguns recursos diferenciados.


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 14:31
  • Olá Leandro,

    Obrigado pela sua ajuda. Eu queria saber esse componente dá suporte a nota fiscal eletrônica de serviços e de produtos? Esse compomente está estável?

    Um forte abraço.


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 14:36
  • Ele somente contempla a nota fiscal eletrônica e esta estavel sim, a empresa para qual desenvolvi a integração tem mais de 20 cliente emitindo nota o dia todo deste de 2009 sem problemas. Existe a possibilidade de utilizar o código fonte da aplicação, o projeto esta no sourceforge.

    Também estão implementando o CT-e, mas em relação a nota fiscal de serviço até aonde sei não tem nada implementado. Creio que o grupo até pode implementar, mas até aonde estudei o complicado é que cada municipio adota um padrão. Até existe uma padrão, o ABRASF, mas nem todos os municipio utilizam e quando usam fazem algumas modificações.

    Implementei a semana passa a integração com a NFS-e de Uberaba, o software gera o xml contendo um lote de RPS e envia para o webservice da prefeitura, depois fica consultando de tempo em tempo o retorno, assim que identificar o retorno é feito a integração no banco, não é muito complexo não, somente adicionei o webservice no projeto e acessei os metodos utiizando um certificado digital.

    Qualquer coisa pergunta ai.

     

     

     


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 14:52
  • Caro Leandro,

    Obrigado pelas informações. Eu baxarei o componente e qualquer dúvida eu postarei aqui.

    Um grande abraço.

     


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 15:45
  • Olá Leandro,

    Eu olhei no site que você me recomendou eu vi uma lista de itens para download, um dos itens é UniNFe - Emissão da Nota Fiscal Eletrônica / Integração ao ERP v2.2. É esse o aplicativo que tu se referes?

    Na verdade é um aplicativo ou um componente que podemos instalar no Visual Studio? Como que você implementou em sua aplicação?


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 17 de agosto de 2010 17:21
  • Olá Henrique,

    O Aplicativo UniNFe - Emissão da Nota Fiscal Eletrônica / Integração ao ERP v2.2 é a versão atual da Unimake que atende a o layout do Governo.  Mas algumas alteração estão sendo feitas e entrarão em vigor senão me engano ainda este ano, e pra isso este sendo desenvolvida a versão 3.0.

    O aplicativo funciona independente do seu sistema, após instalado ele será iniciado junto com o windows e ficará minimizado proximo ao relógio monitorando de tempo em tempo o diretório de envio configurado. Sendo assim o seu aplicativo gera o xml no diretório e o UniNFE faz o restante.

    Quando desenvolvi a integração utilizei o layout do xml, mas se você tiver dificuldade em gerar o arquivo xml pode gerar o arquivo texto que o programa do governo do estado de São Paulo utiliza.

    Qualquer coisa pergunta ai...

     


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server

    terça-feira, 17 de agosto de 2010 19:01
  • Ok Leandro,

    Pelo que eu vi ele não é Open Source, não é?

    Eu comecei a estudar o assunto essa semana e achei um pouco trabalhoso porque os esquemas prevê a criação de várias tag e com isso terei que implementar várias linhas de códigos. Ainda estou meio crú no assunto, por isso estou um pouco preocupado com o trabalho que terei.

    Um forte abraço.

     


    Carlos Henrique Meireles
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 00:15
  • Olá Henrique,

    Você pode usar o schema de validação do XML para gerar uma classe.

    Ai você utiliza esta classe passando os valores depois serializa em xml.


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server
    quarta-feira, 18 de agosto de 2010 14:12
  • Olá.

     

    Pessoal, componente para NFS-e não existe. Até existe algumas iniciativas, mas atendem poucas cidades, e o custo para construir o restante do software não será baixo, visto que será necessário adaptar ao modelo de cada cidade. Existe um software específico para NFS-e, que pode ser adotado pelos desenvolvedores para revenda e integração nos seus clientes. Certamente a lucratividade pode ser bem mais alta, e sem riscos.

     

    CW NFS-e - Solução para gestão de integração de nota fiscal de serviço eletrônica (NFS-e / NFSe) - Líder nacional.

     

    Mais informações:  http://www.conceitow.com.br/cwnfs-e/ 

     

    O que é o CW NFS-e?

     

    O CW NFS-e é um software da Conceito W Sistemas que faz a gestão e a integração da NFS-e. Ele realiza a comunicação entre os sistemas de gestão (ERP) das empresas e os portais das prefeituras, transmitindo as notas fiscais e retornando as informações geradas. 

     

    Ao contrário da NF-e de mercadorias (SEFAZ), a NFS-e possui padrões diferenciados. Está homologado para dezenas de municípios, sendo líder absoluto em clientes, funcionalidades e abrangência.

     

     

    Quem precisa utilizar o CW NFS-e?

     

    Os portais NFS-e disponibilizam uma página para digitação manual da nota. Esta solução é viável para as empresas que emitem um pequeno volume de notas. Já para as empresas que emitem um maior volume de notas fiscais, realizar uma integração entre o sistema de gestão e a prefeitura é fundamental para reduzir custos operacionais e manter a eficiência da operação. Esta solução também tem sido adotada por empresas sem sistema de gestão, e que optam pela digitação offline e transmissão automática. Por isto o CW NFS-e possui uma interface amigável e uma série de funcionalidades para o controle das informações de faturamento.

     

     

    Por que usar o CW NFS-e ?

     

    A Conceito W possui um conhecimento avançado em NFS-e, sendo líder nacional neste segmento. Além do software, fornecemos uma consultoria especializada, desde o processo comercial até o suporte no dia a dia.

    O CW NFS-e vai além de uma ferramenta de integração, possibilita fazer toda a gestão das notas fiscais de serviço eletrônicas. Um dos grandes diferenciais é a possibilidade de integrar várias bases de dados, com várias prefeituras, em uma única solução.

    Outros benefícios:

            Automatiza 100% o envio e retorno da NFS-e;

            Reduz custos operacionais;

            Evita multas por não cumprir os prazos de envio das NFS-e;

            Aumenta segurança nas operações de integração;

            Mantém rastreabilidade entre ERP e prefeitura;

            Adaptado para as diferenças de cada prefeitura;

            Centraliza a comunicação em uma única solução;

            Visualização da NFS-e na própria solução;

            Impressão de RPS e espelho da nota (PDF);

            Provê consultoria do maior conhecedor em NFS-e;

            Permite digitação offline;

            Contorna as contingências dos portais;

            Envia alertas e e-mails para as partes envolvidas;

            Fácil integração;

            Homologado para várias prefeituras e em constante evolução.

    Integração

    O CW NFS-e  possui várias formas de integração. Para determinados softwares já existe pacote de integração disponível, contemplando a extração das informações necessárias, e o retorno dos registros de controle da NFS-e para o software de origem. Destacamos abaixo alguns pacotes de integração já disponíveis para NFSe: Datasul EMS (TOTVS); SAP/R3; Microsiga Protheus(TOTVS), outros.

     

    Líder nacional em NFS-e

    Com o lançamento das leis nacionais do Sped, muitas empresas focaram seus esforços no desenvolvimento de softwares para a Nota Fiscal Eletrônica Federal (NF-e), enquanto a Conceito W atendia o mercado de NFS-e nas primeiras cidades que implantaram a solução.  O CW NFS-e, projeto que teve início em 2008, resultou na ferramenta líder nacional em NFS-e, utilizada por centenas de clientes em todo o território nacional. Trata-se de um software único no Brasil, pois integra com qualquer ERP. Não é apenas tecnologia, é toda uma expertise de negócio gerada por uma equipe formada por profissionais qualificados e especializados. A equipe da Conceito W é altamente capacitada para orientar clientes e parceiros na condução do processo de implantação de NFSe.

     

    Parcerias CW NFS-e

    A Conceito W possui uma rede de parceiros, tanto de revenda quanto empresas de software que optaram por integrar seu sistema de gestão com o CW NFS-e. Empresas de TI de todos os portes tem optado por integrar suas soluções com o CW NFS-e, pois construir uma solução nacional requer um grande investimento de tempo e dinheiro, o que dificulta o retorno sobre o investimento. Integrar e revender o CW NFS-e gera receitas sem riscos, maximiza o portfólio e atende de maneira rápida e eficaz os clientes.


    Dezenas de cidades já foram homologadas

    O CW NFS-e está homologado para dezenas de prefeituras, entre elas: Vitória (ES), Joinville (SC), São Paulo (SP), Campinas (SP), Cuiabá (MT), Maceió (AL), Salvador (BA), Belém (RN), Rio de Janeiro - Nota Carioca (RJ), Teresina (PI), Santo André (SP), Anápolis (GO), Campo Grande (MS), Recife (PE), Macaé (RJ), Olímpia SP), Belo Horizonte (MG), Barueri (SP), Curitiba – Boa Nota Fiscal (PR), Nova Iguaçu (RJ), Indaiatuba (SP), Itu (SP), Mogi das Cruzes (SP), Cataguases (MG), Santana de Parnaíba (SP), Várzea Grande (MT), Ribeirão Preto (SP), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Santa Maria (RS), Aparecida de Goiânia (GO), Tangará da Serra (MT), Itaguaí (RJ), Angra dos Reis (RJ), Barra Mansa (RJ), Manaus (AM), Resende (RJ), Jaguariúna (SP), São José dos Pinhais (PR), Xanxerê (SC), Bonito (MS), Dourados (MS), Andradina (SP), Alta Floresta (MG), Osasco (SP), Sumaré (SP), Vila Velha (ES).

    Mais informações:  http://www.conceitow.com.br/cwnfs-e/

    segunda-feira, 23 de agosto de 2010 01:40
  • Olá Koerbel ,

     

    Darei uma analisada hoje nessa solução e te darei um feedback.

     

    Obrigado antecipadamente.

     



    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 24 de agosto de 2010 11:12
  • Olá Leandro,

     

    Bom dia. Eu estou iniciando o desenvolvimento de aplicações com XML, não sei como funciona a validação de XML e nunca cheguei a usar o namespace SCHEMA.

    Você tem algum exemplo de código que possas me enviar sobre idéia que tu me deste?

    Um forte abraço.


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 24 de agosto de 2010 11:14
  • Olá Henrique,

    O primeiro passo é criar a classe e converte o modelo do XML para objeto.

    Para fazer isso acesso o site da Fazenda através do link http://www.fazenda.sp.gov.br/nfe/downloads/arquivos_vigentes.asp e salve o arquivo SchemasXML NF-e - Pacote de Liberação No. 6e (24/03/2010) (ZIP) através do link http://www.fazenda.sp.gov.br/nfe/downloads/PL_006e.zip

    Descompacte o arquivo pl_006e.zip no diretório c:\pl_006e e crie um arquivo gerarClasse.bat com o a linha de comando xsd.exe nfe_v2.00.xsd xmldsig-core-schema_v1.01.xsd /l:c# /c /n:nfe /edb /o:"c:\pl_006e"

    Abra o prompt de comando do Visual Studio, acesso o diretorio c:\pl_006e e execute o gerarClasse.bat

    Será criado um arquivo nfe_v2_00_xmldsig-core-schema_v1_01.cs, adicione ele no seu projeto que terá todos as propriedades necessarias para gerar o xml da nfe.

    Qualquer coisa avisa ai...

     

     

     


    Aprendendo C#, Asp.Net, Sql Server
    terça-feira, 24 de agosto de 2010 12:47
  • Ok Leandro,

    Eu vou te tentar, qualquer dúvida te darei um grito. rs!

    At.


    Carlos Henrique Meireles
    terça-feira, 24 de agosto de 2010 16:19
  • Bom dia Henrique, eu estou no mesmo barco que você, estou tentando sair do Delphi e migra para a plataforma Dot.Net.

    No Delphi eu utilizo o componente do AcBr Nf-E e estou tentando encontra um parecido para asp.net.

    vi que você já esta a alguns meses nessa busca também, gostaria de saber a sua opinião no momento sobre as buscas que você já fez? Qual o melhor melhor caminho na sua opinião no momento? E o sistema que você esta desenvolvendo é web ou desktop?

    Antecipadamente agradeço a sua atenção.

    -------------------------------------------------------------

    Charles Polac.

    Analista Desenvolvedor Junior.

    msn:  charlespolac@hotmail.com

    Tel:    +55(27)8148-9960 

    segunda-feira, 16 de maio de 2011 14:26
  • Olá Charles,

    Boa noite. Desculpe demorar tanto para responder. Bem, não estou mais trabalhando nesse projeto porque eu saí da empresa que estava trabalhando. Mas posso te dar algumas dicas sobre o assunto:

    1) Eu não consegui encontrar nenhum componente free para .net como ao AcBR para nota fiscal eletrônica, aliás, o AcBR só me serviu para NFe, mas para NFS que eu estava precisando não me serviu;

    2) A solução que eu encontrei foi um componente da TecnoSpeed http://www.tecnospeed.com.br/compnfse/. Eu detesto fazer propaganda, porque eu não estou ganhando nada com isso. Mas como aqui no forúm o objetivo é compartilhamento de conhecimento e ajudar um ao outro, me vejo na obrigado de fazer. O que posso te dizer é que esse componente funciona. Eu não cheguei a finalizar por completo a rotina para envio de nota fiscal eletrônica, no entanto, a pessoa que ficou no meu lugar me garantiu que funciona e que atendeu os requisitos do projeto;

    Na época eles disponibilizaram uma versão demo para testes. O departamento de suporte me atendeu direitinho. 

    Vale a pena dar uma olhada no produto desses "caras" para saber se vai te atender também.

    Espero que tê-lo ajudado.

    Eu te desejo sorte nesse projeto e muito sucesso.

    Um forte abraço.


    Carlos Henrique Meireles
    quarta-feira, 18 de maio de 2011 01:33
  • Olá Leandro de Souza,

    Estou precisando implantar na empresa que trabalho a NFS-e.

    Só que eu nunca mexi com esse sistema, e estou meu perdido.

    No caso eu tenho que fazer a implementação em uma empresa que está em Belo Horizonte.

    A prefeitura de BH disponibiliza o manual: http://www.pbh.gov.br/bhissdigital/portal/index.php?content=servicos/manual.php

    Pelo que vi no manual deles eu não entendi exatamente o que deve ser feito.

    Você disse que a primeira coisa a ser feita era converter o schema pra objeto.

    Já fiz isso com o xds de belo horizonte(http://www.pbh.gov.br/bhissdigital/download/nfse/nfse_schemas10.zip) e me saiu um .CS de 5 mil linhas...

    Quais os próximos passos que eu devo seguir agora?

    O webservice é apenas para transmitir as informações da empresa que trabalho para a prefeitura? Ou ele mesmo já gera o .xml da nota fiscal?

    Se não, como eu posso gerar a nota fiscal (o xml)? Estou TOTALMENTE perdido nesse negócio de NFS-e...

    Gostaria de uma luz casso fosse possivel, pois estou realmente precisando.

    Lembrando, estou usando ASP.NET MVC C# .net 4.0.

    Obrigado.

    quinta-feira, 15 de março de 2012 15:40
  • Olá Leandro (meu xará), segue abaixo algumas opções.

    1. Não sei qual o seu prazo para entrar em produção, caso esteja muito em cima será interessante analisar produto prontos que já fazem todo o processo para você. Ainda não tive a oportunidade de utilizar o CW NFS-e que o Koerbel comentou no post acima, mas as vezes o custo beneficio é interessante.
    2. Já utilizei o UniNFe da Unimake para integração com a NF-e e posso dizer que funciona perfeitamente. A Unimake também esta disponibilizando o UniNFSe 1.1 (Beta) para integração com NFS-e, na versão atual já consta algumas cidades, não sei te confirmar se Belo Horizonte esta inclusa nesta lista, mas o pessoal da Unimake é muito gente boa, eles tem um grupo no Yahoo para que você tire duvida, reportar bug e melhorias. E se você quiser também pode participar ajudando no desenvolvimento do software, se tiver interesse da uma conversada lá com eles.
    3. Você pode desenvolver o aplicativo para fazer todo o processo, no qual eu costumo dividir em duas partes. Primeiro a geração do xml (não conhecço nenhuma ferramenta que faça isso automativamente, porque o cada cliente tem um estrutura de banco de dados, se alguem souber avisa ai)  e depois a comunicação com o webservice da empresa que fornece o serviço de NFS-e para a Prefeitura de BH. Para gerar o xml crio a classe apartir do schema igual você fez, depois instancio o objeto e vou preenchendo as propriedade do mesmo, no final efetuo a serialização de objeto para xml. Depois você precisa referenciar o webservice no seu projeto, utilizar codificação com certificado digital para poder assinar o xml e utilizar o metodos do webservice.

    Se você optar por desenvolver o seu aplicativo completo e tiver duvidas de como fazer alguns dos processo de comunicação web service, assinar o xml com certificado, dentre outras, você pode acessar  o Source Forge e analisar o codigo do UniNFe, mais informações aqui.

    Qualquer duvida pergunta ai.


    Estudando Windows Phone 7 e LightSwitch, muito bom!!!

    sábado, 17 de março de 2012 17:47
  • Olá Leandro.


    Então, vou optar por utilizar a opção do UniNFSe como webservice.
    Já tenho a classe criada apartir do schema.
    Agora não sei como preencher as propriedades da classe, não vi nenhum exemplo disso na internet.
    Você tem um exemplo do código em c# preenchendo as propriedades e depois serializando o objeto para xml?


    Qualquer ajuda seria de muita utilidade!


    Obrigado desde já.
    Leandro Daldegam
    quarta-feira, 28 de março de 2012 20:20
  • Olá pessoal, obtive progresso!


    Consegui emitir o arquivo XML (Sem assinar), utilizando a classe gerada através do Schema.


    Para comparar se estava correto, emitimos uma nota fiscal pelo website da prefeitura e fizemos o download do xml para referência.


    Comparei os xml e agora me surgiram algumas duvidas, vamos la?
    Então la vai...


    1 - No cabeçalho do meu xml o encoding é utf-16, enquanto no xml da prefeitura é utf-8
    (Meu: <?xml version="1.0" encoding="utf-16" ?>, Prefeitura: <?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?> )
    Isso irá me trazer problemas futuros? Pelo que vi a validação do XML é bem rigorosa;


    2 - O elemento CompNfse da prefeitura é: <CompNfse xmlns="http://www.abrasf.org.br/nfse.xsd">, e o meu ficou:
    <CompNfse xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema" xmlns="http://www.abrasf.org.br/nfse.xsd">
    Engraçado, o meu ficou mais completo com os atributos: xmlns:xsd e xmlns:xsi a mais, porem como dito, utilizei a classe gerada pelo schema da prefeitura.
    Isso irá me trazer problemas futuros? Pelo que vi a validação do XML é bem rigorosa;


    3 - O elemento Nfse da prefeitura é: <Nfse xmlns="http://www.abrasf.org.br/nfse.xsd" versao="1.00">, e o meu ficou:
    <Nfse versao="1.00">, Isso irá me trazer problemas futuros?


    4 - Os elementos InfNfse e Numero (filho do InfNfse) possuem um número, que no caso é o número da nota fiscal.
    <InfNfse Id="149263380001834390000011201200000000001">
      <Numero>201200000000001</Numero> 


    Esse "Id" é gerado pelo webservice da prefeitura? Ou eu devo gerar isso, se for eu, como gerar?
    O "Numero", é o número da nota fiscal prefixado com o ano vigente, em 2013 o número vai resetar?
    Esse número é criado por mim? Ou a prefeitura vai falar qual o número da minha proxima nota fiscal?


    5 - Agora que tenho meu XML gerado e não assinado, devo assinar correto?
    Para isso devo possuir o Certificado Digital.
    No momento estou em posse do certificado: e-Cnpj A3 (Token USB), esse certificado pelo que vi não serve para essa tarefa que estou realizando correto?
    Então no site da serasa existem os certificados para NF-e (Acredito que também seja para NFS-e correto?), sendo eles:
    Certificado A1: 
    O NF-e A1 é indicado para empresas que emitem poucas notas fiscais por dia. É válido por 1 ano e é armazenado no computador do titular. (Não tem token usb)


    Certificado A3:
    O NF-e A3 é indicado para empresas que emitem poucas notas fiscais por dia. É válido por 3 anos e é armazenado  em dispositivo portátil – Cartão Inteligente ou Token USB. (Vai vir com o token e complicar a vida toda)


    Certificado A3 para HSM:
    É válido por 3 anos e é armazenado em dispositivos de HSM (sigla em inglês para Módulo de Segurança de Hardware), a ser adquirido no mercado. (Vai literalmente complicar mais ainda)


    Certificado Servidor NF-e.:
    É válido por 1 ano e apresenta a possibilidade de estabelecer conexões SSL, que permitem  a troca segura e criptografada de dados entre o software ERP (sigla em ingês para Sistema integrado de gestão empresarial ) e a aplicação de emissão de notas. (Acredito que seja esse)


    Fiquei na dúvida de qual pedir para comparem: 
    Certificado A1 ou Certificado Servidor NF-e.?
    Sendo que o A1 custa 250,00 reais e o Servidor NF-e custa 1890,00 reais.
    O Ai diz que serve para empresas com pouco volume de nota fiscal, existe alguma trava nele?
    Como eles irão controlar quantas notas irei emitir?
    Digamos que a empresa que estou desenvolvendo o sistema vai emitir cerca de 500 notas fiscais por dia, o certificado A1 não serve? Tem que ser o Servidor NF-e?


    Essa dúvida é a mais complicada, pois dependo do certificado para assinar o xml e passar para o WebService.


    Agraceço a todos, e em especial ao Leandro de Souza, que me ajudou até agora.


    Leandro de Souza: Você possui algum email/msn/skype/gtalk para eu poder tirar umas duvidas com você? (Prometo não lhe importunar atoa)


    Muito obrigado a todos.
    Leandro Daldegam





    sexta-feira, 30 de março de 2012 18:35
  • Fala ai Leandro, vamos lá a suas duvidas.

    Em relação a questão 1 até a 4 não vou saber te responder, terá q fazer teste de envio através do ambiente de homologação disponibilizado pela prefeitura para saber se xml será aceito.

    Na questão 5 você comentou que esta de posse de um certificado e-CNPJ, creio que com ele será possivel efetuar a assinatura do xml e a comunicação com o webservice, digo isso porque estou testando agora este procedimento com a prefeitura de São José do Rio Preto -SP (GINFES) com um e-CNPJ e esta funcioando normalmente.  

    Também posso te afirmar que não tem limite de notas emitidas através do A1, só muda a forma de disponibilização e validade do  certificado. No final das contas o A1 sai mais caro porque você terá que renovar a cada ano e o A3 tem validade de 3 anos e quando vencer o A3 será necessário comprar somente o cartão. A vantagem do A1 que ele é mais facil de configurar, é só importar no windows, o A3 dependendo do sistema da versão do windows tem que instalar o driver da leitora e alguns outros softwares e toda vez que utiizar vc terá que informar o PIN. 

    Tente assinar o xml com o e-CNPJ mesmo e enviar através do webservice, qualquer duvida perguta ai novamente.

    Abraços


    Estudando Windows Phone 7 e LightSwitch, muito bom!!!

    segunda-feira, 2 de abril de 2012 02:41
  • Olá Leandro de Souza, 

    Então, o problema do e-Cnpj (USB Token) é que não é possível exportar a chave privada do certificado.

    Só consigo exportar o .cer sem a chave privada... o .pfx nem chance de gerar ele...

    Pra assinar no caso preciso da chave privada que o e-Cnpj Token USB não deixa exportar...

    No caso vou precisar do A1 sem dispositivo de segurança... só o arquivo mesmo...

    Já pedi pra comparem o A1 aqui, e estou esperando me entregarem...

    Agora vou fazer a assinatura e ir para o webservice...

    Sobre você possuir algum email/msn/skype/gtalk para eu poder tirar umas duvidas com você? (Prometo não lhe importunar atoa)

    Muito obrigado.

    Abraços!

    Leandro Daldegam

    segunda-feira, 2 de abril de 2012 12:34
  • Fala ai Leandro, tudo blz?

    Passa seu e-mail ai que vamos conversando, mas aqui pelo forum também é bem produtivo e o mais importante é que a suas questões ficam registradas para futuras consultas de outros membros.


    Estudando Windows Phone 7 e LightSwitch, muito bom!!!

    terça-feira, 3 de abril de 2012 03:14
  • Fala Leandro de Souza,

    Então, meu email é: leandro@daldegam.com.br

    E tambem tenho o Skype: daldegam

    MSN tenho: ldaldegamfontes@hotmail.com

    Qualquer progresso que eu fizer vou postar aqui pro pessoal, pois é um assunto muito complicado.

    Abraços!

    Obrigado...

    Leandro Daldegam

    terça-feira, 3 de abril de 2012 11:41
  • Ola Henrique 

    Eu desenvolvo em deplhi 7 os componentes que vc achou ele servem para o que validar assinar e transmitir sao estes eu estou precisando se vc puder me envie um email é emanuel@splogexpress.com.br ou emanuel@splogsystem.com.br

    Atenciosamente

    emanuel

    sexta-feira, 13 de julho de 2012 13:56
  • Ok Emanuel.

    Entrarei em contato contigo por e-mail.


    Carlos Henrique Meireles

    quinta-feira, 26 de julho de 2012 12:44
  • Você utiliza isso para UNINFE?
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 14:05
  • Olá Guilherme,

    Já utilizei UNINFE na empresa anterior que trabalhei. Eles continuam utilizando até o momento.

    Qual a sua duvida?


    Estudando Windows Phone, Windows 8 e LightSwitch, muito bom!!!

    quinta-feira, 23 de julho de 2015 00:01