none
Ajuda Engine Tuning Advisor RRS feed

  • Pergunta

  • Amigos,

     

    executei o Engine Tuning Advisor em uma consulta que realiza um update e ele me recomendou 4 itens sendo que 3 deles é para a criação de estatisticas e 1 a modificação de um indice.

     

    O que devo fazer?

     

    E as estatiscas irão ajudar na execução da consulta?

    segunda-feira, 28 de abril de 2008 12:36

Respostas

  • Bom Dia Daniel,

     

    Sempre que você for atualizar, o banco precisará localizar e isso envolve os mesmos esforços que um SELECT faz. Se as estatísticas podem ajudar um SELECT a ficar mais rápido, a parte de pesquisa do Update também ficará mais rápida. O ônus é que após o update ocorrer, por padrão, as estatísticas devem ser atualizadas incorrendo em uma tarefa a mais. No entanto, se o DTA recomendou pode ser interessante.

     

    O DTA é um utilitário interessante, mas mesmo que ele quisesse, ele não pode acertar sempre. Isso não porque ele seja limitado, mas ele jamais terá os conhecimentos de negócio (como o negócio reflete os SELECTs, INSERTs, UPDATEs e DELETEs). Eu recomendaria que você implementasse em um ambiente de testes, verificasse o comportamento e posteriormente implementasse em produção.

     

    [ ]s,

     

    Gustavo

    segunda-feira, 28 de abril de 2008 12:54

Todas as Respostas

  • Bom Dia Daniel,

     

    Sempre que você for atualizar, o banco precisará localizar e isso envolve os mesmos esforços que um SELECT faz. Se as estatísticas podem ajudar um SELECT a ficar mais rápido, a parte de pesquisa do Update também ficará mais rápida. O ônus é que após o update ocorrer, por padrão, as estatísticas devem ser atualizadas incorrendo em uma tarefa a mais. No entanto, se o DTA recomendou pode ser interessante.

     

    O DTA é um utilitário interessante, mas mesmo que ele quisesse, ele não pode acertar sempre. Isso não porque ele seja limitado, mas ele jamais terá os conhecimentos de negócio (como o negócio reflete os SELECTs, INSERTs, UPDATEs e DELETEs). Eu recomendaria que você implementasse em um ambiente de testes, verificasse o comportamento e posteriormente implementasse em produção.

     

    [ ]s,

     

    Gustavo

    segunda-feira, 28 de abril de 2008 12:54
  • Gustavo,

     

    Sabia resposta, eu também penso desta forma.

     

    O DTA é um muito, realmente podemos dizer que ajuda em muito na melhoria de estrutura de execução e processamento de um banco de dados, mas logicamente temos que entender existe algumas situações que é melhor realizar uma análise mais direcionada com a realidade que trabalhamos, ou seja, levar em consideração as nossas necessidades.

     

     

    segunda-feira, 28 de abril de 2008 13:10
  • Oi Jr.

     

    Com certeza...

     

    O que costumo fazer em ambientes que não conheço é começar com o DTA e depois fazer uma análise mais aprofundada. Em ambientes que eu conheço bem, eu evito usar o DTA. Acho que os conhecimentos de negócio refletem coisas que o DTA jamais saberá. No entanto, se algumas vezes precisamos de melhorias rápidas ele é um poderoso aliado

     

    [ ]s,

     

    Gustavo

     

    segunda-feira, 28 de abril de 2008 13:26