none
Exigências do mercado de trabalho hoje?

    General discussion

  • Olá a todos eu gostaria de saber quais são as exigências do mercado de trabalho hoje na área da programação como de tecnologia em geral para poder entrar em uma dessas grandes empresas?

    Grato, abrs.

    • Changed type Fernando K' Sunday, April 22, 2012 9:07 PM
    Sunday, April 22, 2012 9:06 PM

All replies

  • Fernando, boa noite! 

    Nos dias atuais onde a concorrência é cada dia maior, é necessário que você primeiramente se capacite na área que quer atuar... Normalmente a grande dúvida é ... "Em que eu devo investir, certificação ou graduação?"  A verdade é que a resposta disso é um misto de informações: 

    - Primeiramente a graduação é super importante, porém ela sozinha normalmente não é lá grandes coisas, independente da faculdade que tu cursar. 

    - Muitos profissionais estão sendo valorizados pelas certificações que eles possuem, porém elas sozinhas não te levam a grandes voos o recomendado é primeiramente graduação + certificação.

    - E o diferencial do momento em todas as áreas de mercado é a capacidade de falar outros idiomas, onde o inglês é mais que essencial.

    Então se você quer ser DEV de uma grande organização, primeiramente deve conhecer bem a tecnologia que pretende trabalhar, obter certificações na mesma e alinhado a isso ter pelo menos o segundo idioma.


    Professor Vinicius Nepomuceno

    Sunday, April 22, 2012 10:59 PM
  • C#, ASP.Net, nHibernate, ActiveDirectory, entre outros.

    Atenciosamente, Marcio Nogueira Cardoso Pinto.

    Monday, May 14, 2012 11:58 PM
  • a batalha para garantir um bom lugar no mercado de trabalho começa cada vez mais cedo. As crianças estão trocando carrinhos e bonecas por livros e cadernos, freqüentando cursos de idiomas e informática e estudando em escolas particulares em período integral. Sendo acostumados desde cedo a pressões quanto ao desempenho e notas. Após esta fase de aprendizado, o primeiro desafio é o vestibular, quando jovens de aproximadamente 17 anos se deparam com a difícil decisão de escolher a carreira a seguir. Depois de escolhida, o egresso passa a conviver com um novo modelo de ensino e muitas vezes, longe da família e amigos. Mas nem sempre chegar ao fim de quatro ou cinco anos de faculdade é sinônimo de tranqüilidade, estabilidade e emprego certo. A partir deste momento, o recém-formado encontra-se em meio a enormes desafios, responsabilidades e riscos, onde terá a seu favor, todo o conhecimento adquirido desde a sua infância. Eles não são mais estudantes, já são profissionais, mas ainda não têm aquela palavra mágica no curriculum: Experiência.

    De acordo com Vasconcelos (apud CARVALHO, 2002), uma das alternativas para o universitário seria o estágio realizado no período da faculdade, onde aluno passa a conviver com algumas situações adversas do mercado de trabalho, apesar de que o estágio nem sempre dá a real dimensão do dia-a-dia de um ambiente de trabalho e das funções que realmente serão realizadas. O estágio pode ser visto como uma espécie de formação extracurricular, onde através dele é que se podem aplicar os conhecimentos adquiridos. Mas mesmo assim, o profissional ainda não conviveu com todos os problemas que o ambiente de trabalho proporciona. "E aí ele se depara com algumas surpresas nada agradáveis, como a competição interna, pessoas que conduzem a carreira de forma irresponsável, um chefe irritado, entre outras coisas." (LANDINI, 2002 apud CARVALHO, 2002).

    De acordo com Munuera (apud CARVALHO, 2002), somente depois de sair da faculdade é que o recém-formado passa a conhecer o terreno em que está pisando. E neste momento que se deve aprender, sem perder muito tempo, como lidar com a rapidez e agressividade da evolução tecnológica. A orientação é que o seu primeiro ano no mercado de trabalho é fundamental para o desenvolvimento da carreira.

    A inclusão digital e a evolução tecnológica estão crescendo de maneira acelerada, gerando cada vez mais competitividade na área de TI, onde os profissionais não podem parar de estudar e adquirir conhecimento, e as atualizações devem ser imediatas, novos softwares e mais profissionais na área estão aparecendo todos os dias e aquecendo ainda mais o mercado que já está concorrido. A busca por diferenciais competitivos está deixando de ser conhecimento extra, para ser pré-requisito para o profissional da área de Tecnologia da Informação.

    O Merca atender à necessidade de uma pessoa ou grupo de pessoas não deixa de ser uma atividade de troca, implicando em uma negociação e conflito de idéias a respeito da troca em questão.". Isto significa, que o mercado baseia-se na troca de produtos ou bens, visando atender as necessidades de ambos os lados, de maneira que todos saiam satisfeitos. No caso do consumidor final que adquire um produto em uma loja, também há a troca de bens, enquanto a empresa tem o produto industrializado, o consumidor tem o valor monetário, efetuando a troca desses bens e satisfazendo ambas as entidades.

    O profissional no mercado de trabalho é o agente, que partindo de uma matéria-prima, produz um produto final que atenda as necessidades do consumidor. No caso do profissional da área de tecnologia da informação, é necessário que após analisar um bloco de dados sobre atividades desenvolvidas pela empresa e aplicando o conhecimento adquirido em cursos e no decorrer de sua vida profissional, possa traduzi-los em informações importantes e relevantes para um bom rendimento da empresa. 

    Flavio Nunes de Araujo

    MCITP (Microsoft Certified Professional)

    Wednesday, May 23, 2012 1:01 AM
  • Agradeço pelas respostas de vocês são sempre  de suma importância para quem quer ingressar na área de tecnologia.
    Friday, February 22, 2013 3:41 PM
  • Agradeço pelas respostas de vocês são sempre  de suma importância para quem quer ingressar na área de tecnologia.
    Se útil, marque como resposta os tópicos dos colegas, para facilitar as próximas buscas do pessoal que possa ter a mesma dúvida que a sua.

    Twitter: @caiado

    Friday, February 22, 2013 7:47 PM
    Moderator